logo

logo logo logo Colab

Licitações SEMUG


Início
Prefeito de Niterói reage à onda de violência na cidade e anuncia pacote de segurança PDF Imprimir E-mail

seguranca

O prefeito de Niterói, Jorge Roberto Silveira, anunciou, nesta segunda-feira (02/04), em seu gabinete, um pacote de medidas para conter o avanço da violência na cidade, entre elas a contratação de 100 policiais militares que vão atuar no policiamento das ruas, em seus momentos de folga, através de um convênio com o Governo do Estado. Com essa parceria, o número de PMs que atuam hoje no patrulhamento das ruas será duplicado. Jorge Roberto anunciou ainda o remanejamento de 40 guardas municipais, que vão reforçar o patrulhamento nas ruas e atuarão integrados aos policiais militares. Além disso, o prefeito vai reativar a Central de Monitoramento, inicialmente com 41 câmeras, no Centro.
 

Essa escalada do crime não é normal e não tem precedentes na história de Niterói. As UPPs no Rio têm sido um sucesso, mas quando apertam lá, espirra aqui em Niterói. Embora a segurança seja obrigação constitucional do Estado, há a obrigação moral de não ficar de braços cruzados”, disse o prefeito, que crê que exista um agente externo para o aumento da criminalidade.
 

O Programa Estadual de Integração na Segurança (Proeis), firmado com o Governo do Estado, tem prazo de um ano e poderá ser renovado. Serão investidos R$ 4,6 milhões nesse contrato inicial, que serão destinados ao pagamento das gratificações. A gratificação aos policiais militares será de R$ 150, por turno de 8 horas, para os praças e R$ 175, por turno de 8 horas, para oficiais.
 

“A prioridade é que esses policiais militares, fardados, façam o policiamento ostensivo a pé, para garantir a segurança da população. Ao todo, a Prefeitura colocará nas ruas, por dia, 140 homens para atuar em parceria com os 120 policias em serviço pelo 12º Batalhão. Achamos que nesse momento esse número vai atender, mas esperamos chegar até agosto com 200 homens nas ruas, se for necessário”, declarou o secretário de Segurança e Controle Urbano, Ruy França.


França contou que tem se reunido com o comando do 12ºBPM, e já mapearam os locais de maior incidência de crimes e o perfil de ocorrência deles.
“No Centro há maior incidência de roubos a transeuntes e ‘saidinhas de banco’, em Icaraí há maior ocorrência de roubo a veículos e na Região Oceânica, há maior incidência de roubos a residências”, detalhou.


Dentro das medidas para conter a onda de violência, Ruy França, disse ainda que será reativada e modernizada a Central de Monitoramento da secretaria. A princípio, serão reativadas 19 câmeras e colocadas outras 32 em funcionamento, em locais de maior incidência criminal no Centro. Num segundo momento, vamos instalar câmeras em outras áreas da cidade.


 

Prefeitura Municipal de Niterói
Rua Visconde de Sepetiba, 987 - Centro - Niterói - RJ