logo

logo logo logo Colab

SEPLAG – UGP/CAF

Licitações Sexec

Licitações SEMUG


Início
Índice de Desenvolvimento Humano de Niterói é o sétimo maior do país e o melhor do Estado do Rio de Janeiro PDF Imprimir E-mail

A cidade de Niterói tem o sétimo maior Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) do país e é a primeira colocada entre os municípios do Estado do Rio. O Atlas do Desenvolvimento Humano do Brasil 2013 foi divulgado nesta segunda-feira (29.7). O estudo, baseado no censo de 2010, foi elaborado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), em parceria com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e a Fundação João Pinheiro, e mede a qualidade de vida da população a partir dos critérios de renda, longevidade (expectativa de vida) e educação.


Segundo os dados de 2010, Niterói alcançou a pontuação geral de 0,837, ficando no sétimo lugar geral, e está entre os 44 municípios do país que tem índice de desenvolvimento considerado muito alto, sendo a única cidade fluminense a atingir este patamar. Ainda de acordo com os dados de 2010, a cidade tem a segunda maior renda do país.


A cidade caiu duas posições no ranking nacional na última década, fato creditado pelo prefeito de Niterói à ausência de ações do poder público nos últimos anos. “Essa é uma notícia muito importante para a cidade e nos orgulha muito. O compromisso do meu governo é melhorar o plano estratégico municipal para recuperar as posições que a cidade perdeu”, afirma o chefe do Executivo municipal.

 


Várias ações implementadas em seis meses de governo já demonstram que o planejamento da nova gestão é investir para melhorar ainda mais a qualidade de vida dos niteroienses. Entre as iniciativas na área de educação está o programa Mais Infância, que tem como objetivo o aumento da rede municipal de educação infantil para que, até 2016, nenhuma criança de zero a 6 anos esteja fora da escola.


O indicador longevidade engloba as condições de saúde e salubridade do município, que interferem diretamente na expectativa de vida da população. A atual administração da Prefeitura vem realizando investimentos na rede municipal de saúde, que foi desmontada nos últimos quatro anos.

 

A gestão lançou o programa Mais Saúde, para ampliação e qualificação da rede de atenção básica no município. A ação prevê investimentos, em parceria com o Ministério da Saúde, de mais de R$ 33 milhões até 2016. O objetivo é garantir que 100% da população das áreas de maior vulnerabilidade social da cidade tenha acesso ao Programa Médico de Família.


Atualmente, 160.200 pessoas são beneficiadas pelo Programa Médico de Família de Niterói. Em 2016, com a implantação do Mais Saúde, a previsão é de que esse número salte para 267.287 usuários, fazendo de Niterói a primeira cidade da Região Metropolitana do Rio a ter 100% das pessoas que mais precisam atendidas pelo SUS.


Além disso, também estão sendo feitos investimentos nas construção do novo hospital Getulinho e iniciará as obras da nova emergência do Hospital Municipal Carlos Tortelly.


“A nova gestão se preparou para administrar a cidade através de ações planejadas, focadas em projetos técnicos para iniciarmos um ciclo vigoroso de recuperação da cidade. Estamos elaborando um plano estratégico para Niterói a longo prazo, articulado e sustentável, que resultará em impactos significativos de melhoria e ampliação da qualidade de vida da população de Niterói”, destacou o prefeito.

 

Prefeitura Municipal de Niterói
Rua Visconde de Sepetiba, 987 - Centro - Niterói - RJ