logo


Início
CLIN inicia ação educativa no comércio para orientar sobre lixo extraordinário PDF Imprimir E-mail
26/03/2017 - A campanha faz parte do programa de Reducção de Resíduos Sólidos 

Com o objetivo de tornar o município cada dia mais sustentável, a Companhia de Limpeza de Niterói (CLIN) deu início a uma campanha de conscientização junto ao comércio, condomínios e restaurantes, além de todos os outros segmentos que possam gerar mais de 120 litros de resíduos por dia de coleta.

A atividade junto aos 'grandes produtores' faz parte do Programa de Redução do Volume de Resíduos e destina-se a prestar esclarecimentos quanto ao descarte correto, coleta seletiva e correto acondicionamento, a fim de ajudar a evitar a proliferação de vetores prejudiciais à saúde. Como se desfazer do óleo de cozinha é outro ponto abordado na campanha.

A Lei Municipal n° 1212/93 e a resolução n° de 01/2017 normatizam os procedimentos adequados que devem ser adotados para que esses grandes produtores descartem seus resíduos. Pela Lei, o descarte correto da quantidade acima de 120 litros é de responsabilidade desse gerador, desde a produção do resíduo até a destinação final, em aterro sanitário licenciado pelo INEA.

A CLIN,  como gestora dos resíduos sólidos do município,  é a responsável por cadastrar as empresas especializadas na coleta e transporte desse material.  Para o cadastramento, a Companhia exige documentos como: licença ambiental, registros fiscais, caminhões vistoriados e a confecção de Manifestos de Resíduos, de acordo com todas as normas exigidas pelo Instituto Estadual de Ambiente (Inea), proporcionando assim maior segurança no processo.


Ações serão feitas em todos os bairros

Para tratar do lixo extraordinário as equipes da CLIN estão, inicialmente, visitando os restaurantes do centro, mas a ação vai percorrer todos os bairros da cidade. Durantes as operações os fiscais dão dicas e mostram através de folhetos a importância de seguir as normas do descarte correto. Também mostram a melhor forma de acondicionar o lixo úmido e o seco.


“Durante a  ação orientamos os grandes geradores para que eles tenham mais noção de como devem descartar os resíduos de forma a não prejudicar o meio ambiente”.  A CLIN faz a sua parte, recolhendo os resíduos nos bairros em horários preestabelecidos, mas o que fica de lixo extraordinário é de responsabilidade dos geradores, “explica a engenheira ambiental da CLIN, Lélia Lomardo”.·.


Valmir Rodrigues, gerente de um restaurante e lanchonete na Rua da Conceição, que produz, em média, 120 litros de resíduos/dia, recebeu a equipe  da CLIN e ouviu atentamente todas as orientações:


“É importante sabermos dessas informações para ajudarmos a preservar o meio ambiente e agir dentro da legislação”, concluiu Valmir.

Cadastro garante o descarte correto dos resíduos

A CLIN orienta para que esses geradores procurem apenas empresas cadastradas na Companhia, para garantir  que a destinação final do resíduo seja a correta. Para mais informações entrar em contato através 2620-2175 ramal 216 ou consultar o sitehttp://www.clin.rj.gov.br/index.php?a=residuos_extraordinario

Descarte correto do óleo de cozinha

A engenheira Ambiental da CLIN Lélia Lomardo explica que uma gota de óleo é o suficiente para contaminar 200 litros de água potável. Ela lembra que o óleo despejado irregularmente aumenta significativamente a poluição e a degradação ambiental, além de ser um grande desperdício já que o resíduo pode, também, virar matéria-prima para outros produtos.

“Uma gota de ó.Leo é o suficiente para a contaminação. Por isso é importante observar até isso se recipientes não estão furados” explicou a engenheira.

Atualmente 110 estabelecimentos comerciais e condomínios estão cadastrados na CLIN e têm o seu óleo usado recolhido regularmente pela cooperativo Brilho Natural, parceira da Companhia de Limpeza no projeto ClinÓleo.

Os munícipes também participam levando seu óleo, devidamente acondicionado, em  um dos pontos de entrega voluntária disponibilizados pela CLIN. O ato garante ao participante um desconto na conta de luz, fruto de uma parceria da CLIN com a Enel.

Pontos de entrega voluntária:

Icaraí: Rua Irineu Marinho, nº 466, esquina com Avenida Ary Parreiras.

Largo da Batalha: Rua Leonor da Glória, s/nº.

Engenhoca: Rua João Brasil, s/nº, em frente à Policlínica.

Cafubá: Avenida Raul de Oliveira Rodrigues (Antiga Avenida 7, Quadra 172 S/N°.

Campo Belo: Rua O, S/Nº (Ao lado da estação de esgoto).

Barreto: Horto Palmir Silva

São Lourenço: Rua Indígena, 72 (sede da CLIN).

 

Prefeitura Municipal de Niterói
Rua Visconde de Sepetiba, 987 - Centro - Niterói - RJ