logo


Início
Portais de Segurança de Niterói começaram a funcionar nesta sexta-feira PDF Imprimir E-mail

01/09/2017 – A Prefeitura de Niterói concluiu a instalação de oito portais de segurança, que irão auxiliar o Governo do Estado no combate à criminalidade. Os equipamentos instalados nas vias de acesso à cidade estão alinhados ao sistema da Polícia Civil e serão monitorados por guardas municipais no Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp), que acionará a Polícia Militar sempre que for detectada a passagem de veículos roubados. Apesar da segurança pública ser de responsabilidade do Governo o Estado, a prefeitura está disponibilizando essa nova ferramenta tecnológica para uso da polícia. O prefeito Rodrigo Neves, o comandante do 12º Batalhão da Polícia Militar, coronel Márcio Rocha, titulares de delegacias da polícia civil em Niterói e integrantes da Secretaria municipal de Ordem Pública estiveram no Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp), nesta sexta-feira (01) para acompanhar o início do funcionamento dos equipamentos.

 

Rodrigo Neves ressaltou a importância dessas ferramentas para o combate à violência na cidade.

“Desde agosto de 2015, Niterói é a primeira cidade do Rio de Janeiro a contar com um Centro Integrado de Segurança Pública, que monitora através de centenas de câmeras os bairros e regiões da nossa cidade. Essa é uma ferramenta importante para prevenção e elucidação de crimes, contribuindo para o trabalho das forças policiais do estado do Rio de Janeiro. De forma gradual, estamos evoluindo cada vez mais esse sistema. A partir de hoje, entrarão em operação os portais de segurança, que significam uma evolução desse sistema”, destacou.

O prefeito disse ainda que a soma de esforços ajudará na redução da criminalidade. “Apesar da segurança pública ser de responsabilidade do Governo do Estado, estamos realizando investimentos para que, com essa integração de serviços de inteligência, nós possamos atravessar esse período de grave crise na segurança pública do estado”, afirmou.

O coronel Márcio Rocha disse que os portais serão de grande funcionalidade para a Polícia Militar.

“O roubo de veículos é um dos indicadores que mais chamam atenção hoje na região metropolitana do estado do Rio de Janeiro. E os portais, ao identificar em tempo real esses veículos vai ajudar muito a mudar esse quadro. A partir do momento que nó pudermos controlar não só a entrada, mas também a saída dos veículos roubados na cidade, poderemos gerar um efeito preventivo muito importante. Esperamos, com essa nova ferramenta, em um curto prazo, reduzir os índices de roubo a veículos na cidade. Também estamos nos preparando para uma rápida resposta, assim que esses veículos sejam identificados pelos portais”, disse o comandante do 12º BPM.

Os portais estão nas entradas de Niterói, nas divisas com municípios vizinhos, e possuem um sistema inteligente de identificação de placas. Uma fibra ótica liga o Cisp à Cidade da Polícia Civil, no Rio de Janeiro. Com isso, será possível cruzar em tempo real as informações do cadastro da Delegacia de Roubos e Furtos e de Veículos Roubados, da Polícia Civil, com esse novo sistema de monitoramento. Dessa forma, todos os veículos roubados que entrarem ou saírem de Niterói serão imediatamente identificados pelo Cisp e a polícia será acionada para abordar o veículo e prender os suspeitos, se for o caso.

Três portais foram instalados nos acessos à Ponte Rio-Niterói (próximos ao pedágio). Os demais ficam na Alameda São Boaventura, no Fonseca; nas ruas General Castriotro e Luiz Palmier, no Barreto; Estrada Caetano Monteiro, em Pendotiba; e na Estrada Gilberto de Carvalho, em Itaipu. Até o final de setembro serão instalados mais dois portais, um na RJ-104, junto à entrada do Caramujo, e outro na Estrada Everton Xavier, na Região Oceânica, elevando para dez o número portais instalados pela prefeitura.

O secretário municipal de Ordem Pública, coronel Gilson Chagas, disse que os portais serão de grande ajuda para o trabalho da polícia.

“Acho que esses portais serão fundamentais para a redução no número de roubos e furtos de carros na cidade. A prefeitura está disponibilizando para a polícia um sistema que não tem igual no estado. Espero que com essa ferramenta as forças sejam tenham uma ação mais efetiva em Niterói”, disse.

O secretário executivo do Gabinete de Gestão Integrada Municipal de Segurança, coronel Paulo Henrique de Moraes, disse que o uso da tecnologia será cada vez mais importante nas ações de segurança pública.

“Nossa intenção é modernizar cada vez mais os sistemas de monitoramento e dar mais ferramentas para a segurança. O sistema dos portais traz mais qualidade e efetividade ao trabalho da polícia”, declarou.

Para o delegado Gláucio Paes, da 76ª DP, os portais de segurança permitirão a identificação dos pontos com maior incidência de roubos.

“As imagens vão ficar gravadas e à disposição da Justiça. Além de identificado, o suspeito não terá como negar o crime. A imagem dele com o veículo roubado vale mais que a palavra. Não tem como negar isso. Essas imagens das câmeras dos portais serão provas inequívocas dos processos”, disse.

O prefeito Rodrigo Neves adiantou ainda que a prefeitura está investindo em outras ferramentas para ajudar no trabalho da polícia.

“Estamos também desenvolvendo com empresas de tecnologia um novo aplicativo de identificação facial para serem implantados nas câmeras de monitoramento a partir do início do início ano que vem. Essa medida vai permitir o cruzamento dessas informações com o cadastro de procurados pela Justiça. Essa nova funcionalidade estará nas câmeras de monitoramento em locais de grande circulação de Niterói, como os terminais de ônibus”, explicou Rodrigo Neves.

 

Prefeitura Municipal de Niterói
Rua Visconde de Sepetiba, 987 - Centro - Niterói - RJ