logo

logo logo logo Colab

Licitações SEMUG


Início
Dia de combate a hanseníase em Niterói PDF Imprimir E-mail

28/01/2019 – A Fundação Municipal de Saúde de Niterói realizou, nesta segunda-feira (28), Dia Mundial da Luta Contra a Hanseníase, atividades educativas em unidades da rede com objetivo de informar a população sobre a transmissão, sintomas e tratamento da doença. Na cidade, o tratamento é feito em todas as unidades do Programa Médico de Família, nas Policlínicas Dr. Sérgio Arouca, no Vital Brazil; Regional Carlos Antônio da Silva, em São Lourenço; do Largo da Batalha; de Itaipu; Regional da Engenhoca; Dr. João da Silva Vizela, no Barreto.

Na Policlínica Regional de Itaipu, por exemplo, profissionais de saúde montaram uma tenda de divulgação e informação, além da sala de espera, em que os usuários que estão na fila aguardando atendimento recebem uma palestra sobre o tema. Pessoas que estiveram na unidade apresentando manchas no corpo também foram avaliadas.

“Explicamos sobre a doença, falamos de transmissão e da importância do diagnóstico precoce. Alertamos que quanto mais rápido é descoberta, maior a chance de cura. Além disso, informamos que o tratamento é gratuito nas unidades de saúde”, detalhou a administradora da unidade, Lúcia Helena.

A hanseníase é uma doença que atinge a pele, os nervos, em especial os da face, mãos, antebraços, pernas e pés. Em geral são manchas mais claras ou mais avermelhadas que a pele. As manchas são “dormentes”, isto é, nelas não se sente normalmente a diferença entre quente e frio, e às vezes nem a sensação de dor. Pode haver áreas de pele sem manchas, com “dormência”. A transmissão se dá por meio das vias aéreas superiores de indivíduos não tratados que eliminam o bacilo ao falar, tossir e espirrar.

O modo de detecção pode ser realizado por meio de encaminhamento para a Unidade de Saúde, demanda espontânea, exame de coletividades ou ainda por meio de contatos de um indivíduo com Hanseníase. Uma vez que o usuário passa pela consulta com o médico e é diagnosticado com a doença, inicia-se o tratamento, de forma gratuita, sendo acompanhado pela equipe da unidade de saúde ao longo do tratamento até sua cura. Em geral, pode durar de 6 até 12 meses, de acordo com a evolução da doença.

A hanseníase tem cura e a partir do início do tratamento não há necessidade de qualquer alteração na rotina de vida dos indivíduos, ou seja, podem conviver com a família, amigos e trabalhar normalmente.

 
Programação Mês da Muher

Prefeitura Municipal de Niterói
Rua Visconde de Sepetiba, 987 - Centro - Niterói - RJ