logo

logo logo logo Colab

SEPLAG – UGP/CAF

Licitações Sexec

Licitações SEMUG


Início
Prefeitura de Niterói inicia construção de postos salva-vidas em praias da Região Oceânica PDF Imprimir E-mail

Postos-Salva-Vidas-RO
21/06/2019 –
Moradores e frequentadores das praias da Região Oceânica terão à sua disposição uma base fixa de apoio para caso de emergências e os salva-vidas que atuam nesses locais terão uma estrutura melhor para atender ao público. A Prefeitura de Niterói iniciou, nesta semana, a construção de um dos seis postos salva-vidas fixos que atenderão a região. O trabalho começou pela Praia de Piratininga.

 



Serão seis postos no total, sendo três em Piratininga, um em Camboinhas, um em Itaipu e um em Itacoatiara. O projeto arquitetônico apresentado para os equipamentos inclui dois pavimentos, depósito, banheiro e uma sala que funcionará como observatório. 

Orçada em R$ 842.089,86 e com previsão de conclusão em até seis meses, a obra integra o Programa Região Oceânica Sustentável (PRO-Sustentável) e tem o objetivo de apoiar o desenvolvimento da região nas áreas de Ecoturismo e Gestão de Praias.

"Essa é mais uma etapa do trabalho que estamos desenvolvendo através do Programa Região Oceânica Sustentável.  São ações muito amplas que atuam em vários segmentos dentro da nossa proposta de uma Niterói mais sustentável, com várias iniciativas acontecendo paralelamente e interligadas. Avançamos cada vez mais e, com a questão das praias, não poderia ser diferente. Esses postos darão melhores condições de trabalho para os salva-vidas e passam a ser também um ponto de apoio para turistas banhistas e moradores”, afirmou o secretário municipal de Planejamento, Modernização da Gestão e Orçamento, Axel Grael.

Em caráter provisório, no ano passado, o Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ) disponibilizou trailers ao 4º Grupamento Marítimo (GMar) de Itaipu para serem distribuídos pelas praias de Itaipu, Itacoatiara, Piratininga e Itaipuaçu. O trailer servia como um ponto de apoio aos guarda-vidas, referência para os banhistas e local para armazenagem de material operacional.


Programa Região Oceânica Sustentável 

O projeto está levando obras de infraestrutura, drenagem, pavimentação e mobilidade à Região Oceânica, além de desenvolvimento sustentável e recuperação ambiental. São R$ 350 milhões em investimentos, financiados pelo Banco de Desenvolvimento da América Latina – Cooperação Andina de Fomento (CAF). O contrato com o CAF foi assinado no final de 2016. Niterói foi a única cidade do país que obteve financiamento da instituição no ano passado.


Consulta sobre paraciclos

A Prefeitura de Niterói iniciou uma consulta pública, por meio do aplicativo Colab, para a escolha dos locais onde serão instalados novos paraciclos na Região Oceânica. Até o dia 31 de julho, qualquer munícipe, seja ciclista, morador ou comerciante da cidade poderá propor locais que considere mais necessário a instalação dos equipamentos.

A previsão é de instalação de 500 paraciclos, que totalizam mil vagas para bicicletas, na Região Oceânica. Após a avaliação técnica da viabilidade de cada local proposto, será gerado um plano de implantação que seguirá para licitação este ano.

 

 

Prefeitura Municipal de Niterói
Rua Visconde de Sepetiba, 987 - Centro - Niterói - RJ