logo

logo logo logo Colab

SEPLAG – UGP/CAF

Licitações Sexec

Licitações SEMUG


Início
Obra de modernização e ampliação da ETE Camboinhas será inaugurada em setembro PDF Imprimir E-mail

ete-camboinhas
25/07/2019 -
A Prefeitura de Niterói e a concessionária Águas de Niterói inauguram, na primeira quinzena de setembro, as obras de modernização e ampliação da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) de Camboinhas, na Região Oceânica. Nesta quinta-feira (25), o prefeito Rodrigo Neves visitou as instalações da ETE. A unidade trata 115 litros de esgoto por segundo e aumentará, com a reforma, sua capacidade para 295 litros por segundo.

Depois de tratados, os resíduos sólidos são enviados a um aterro sanitário próprio para receber esse tipo de material e a parte líquida é transformada em água de reuso. A Prefeitura utiliza a água de reuso para limpar as ruas e regar canteiros de plantas da cidade.


“Esse é um equipamento muito importante para a qualidade de vida e para a saúde de todos. Quando assumimos o governo em 2013, ampliamos a Parceria Público-Privada com a Águas de Niterói e fizemos um planejamento para antecipar investimentos previstos inicialmente para 2023. Com isso, Niterói avançou muito nos últimos anos e chegaremos a 100% de cobertura de esgoto tratado”, disse o prefeito.

Este ano, foi inaugurada a nona ETE na cidade, a ETE Sapê, que atende a região do Sapê, Caramujo e Santa Bárbara. No ano passado, entrou em funcionamento a ETE de Maria Paula/Matapaca. Na segunda quinzena de setembro, terão início as obras de construção da ETE Badu, que vai atender toda a região do Badu, Largo da Batalha, parte de Pendotiba e Maceió. Quando a ETE do Badu estiver pronta, no ano que vem, Niterói vai alcançar a meta de 100% de cobertura de coleta e de tratamento de esgotos da cidade. O Município já conta com 100% de cobertura de distribuição de água potável.

Rodrigo Neves destacou que já foi investido no Município mais de R$ 200 milhões em obras de saneamento e, graças a esse esforço, Niterói saltou da 19º para 10º posição em saneamento entre as 100 maiores cidades brasileiras, e se consolidou na primeira colocação entre os municípios do Estado do Rio de Janeiro. Os números são do ranking 2019 do Instituto Trata Brasil, que foram divulgados na última terça-feira (23). O estudo foi elaborado com base nos dados do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS) – ano base 2017. Os dados são anunciados todo ano pelo Ministério do Desenvolvimento Regional, que reúne todas as informações fornecidas pelas empresas prestadoras dos serviços de água e esgoto dessas cidades.

O secretário municipal de Governo Comte Bittencourt ressaltou que o modelo de parceria firmado pela Prefeitura de Niterói com a Águas de Niterói trouxe resultados positivos para o município.

“Essa Parceria Público Privada entre a Prefeitura e a Águas de Niterói torna a concessionária responsável e o poder público fiscaliza com as suas ferramentas de acompanhamento e exigência de metas rigorosas, e o resultado tem sido bastante positivo. Seria importante que outros municípios, principalmente os do entorno da Baía de Guanabara, também tivessem uma atenção maior com o seu programa de saneamento”, disse Comte Bittencourt.

O prefeito ressaltou também a importância da ligação das residências à rede coletora de esgoto.

“Estamos implantando as redes coletoras, mas é importante que o cidadão faça a sua parte, ligando sua residência à rede. Isso é importante para a despoluição dos rios, lagos, praias e enseadas”, afirmou Neves.

O secretário municipal de Planejamento, Orçamento e Modernização da Gestão, Axel Grael, lembrou ainda que o sucesso do programa  Enseada Limpa está baseado na despoluição.

“O programa Enseada Limpa é um bom exemplo de que ao intensificar a participação das pessoas através da ligação das residências às redes coletoras, a gente tem os resultados. Em 2013, a gente tinha a enseada de Jurujuba com cerca e 15% de balneabilidade nas praias. Hoje, depois de uma série de ações tomadas pela Prefeitura de Niterói, e pela concessionária Águas de Niterói, já temos cerca de 65% de balneabilidade nas praias da enseada”, finalizou Axel Grael.

 

Prefeitura Municipal de Niterói
Rua Visconde de Sepetiba, 987 - Centro - Niterói - RJ