logo

logo logo logo Colab

SEPLAG – UGP/CAF

Licitações Sexec

Licitações SMEL


Início
Programa Ponto-a-ponto completa 10 anos e amplia o número de atendimentos PDF Imprimir E-mail

Com a nova frota será possível levar até quatro cadeirantes e seus acompanhantes por vez com comodidade, conforto e segurança

_BEA7193

31-01-2020 – O programa Ponto-a-Ponto da Prefeitura de Niterói completou 10 anos em janeiro e teve sua frota renovada. O serviço de serviço de transporte gratuito, destinado à locomoção de pessoas com deficiência físico-motora e múltipla e pessoas idosas com mais de 65 anos, agora conta com 10 vans adaptadas e duas doblôs. Com os novos veículos, será possível ampliar o número de beneficiários. Atualmente, 173 pessoas são atendidas pelo programa.

 

“Esse programa é único no estado do Rio de Janeiro e oferece gratuitamente um serviço de qualidade, com segurança e motoristas treinados”, explica o subsecretário da Coordenadoria de Acessibilidade, Bruno de Souza Teixeira. “Os novos carros comportam até quatro cadeirantes e seus acompanhantes na mesma viagem. Com isso, vamos poder ampliar o número de pessoas beneficiadas, já que o antigo transporte cabia apenas um passageiro por veículo”.

De acordo com Bruno, outro ponto que vai dinamizar o atendimento é a regionalização do serviço. Ele conta que agrupou os bairros por região e consegue atender mais gente em menos tempo.

“Isso vai diminuir o tempo de espera, o número de carros necessários e vai deixar o serviço mais eficiente”, informa.

Camila Bastos de Oliveira, de 13 anos, é cadeirante e possui uma condição genética que a limita no controle dos movimentos. Ela é usuária do programa desde 2015. Segundo sua mãe, Lívia Calhau Bastos de Oliveira, de 41, Camila usa o transporte duas vezes por semana, para a fisioterapia e atendimento multidisciplinar de fonoaudiologia, musicoterapia etc.

“No Ponto-a-Ponto, além da comodidade e do conforto de nos pegarem na porta de casa e nos trazerem de volta, os motoristas já a conhecem e são super atenciosos e pontuais. Sem esse serviço eu não conseguiria seguir com o tratamento dela”, explica Lívia. “Não é todo transporte particular por aplicativo que consigo pegar com ela, pois necessito que a cadeira seja fechada e alojada no carro enquanto a seguro dentro do veículo. Também tenho dificuldades no transporte coletivo já que a Camila é agitada e se debate. As pessoas olham incomodadas, se afastam, reclamam e olham de cara feia”.

Como participar – Para se inscrever, o usuário ou seu representante deve pegar um formulário na Coordenadoria de Acessibilidade e levar para ser preenchido no centro de reabilitação onde realiza o tratamento. Depois, entregar de volta na coordenadoria junto com os documentos necessários. São eles: original e cópia do documento e identificação, original e cópia do CPF, original e cópia do comprovante de residência e foto 3x4 atual.

Serviço

Programa Ponto-a-Ponto

Coordenadoria de Acessibilidade

Praça Fonseca Ramos, s/nº, 5º andar- Terminal Rodoviário – Centro.

Horário: segunda à sexta, das 9h às 17h

 

Prefeitura Municipal de Niterói
Rua Visconde de Sepetiba, 987 - Centro - Niterói - RJ