logo

logo logo

Licitações SMEL

Licitações FeSaúde

SEPLAG – UGP/CAF

Licitações Sexec

Licitações SMEL


Início
Prefeitura de Niterói assina acordo com a Unesco para fortalecer o Patrimônio Cultural e Natural do município PDF Imprimir E-mail

Termo de Cooperação Técnica prevê, entre outros pontos, possibilidade de o Caminho Niemeyer ser reconhecido como Patrimônio da Humanidade

unesco

02/03/2020 - O prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, assinou nesta segunda-feira (02), um programa de Cooperação Técnica com a Unesco, com o objetivo de fortalecer o Patrimônio Cultural e Natural do município. Avaliado em R$ 8,5 milhões, o acordo prevê a criação de um centro de memórias Oscar Niemeyer, elaboração do projeto do Museu do Cinema Brasileiro, um plano de desenvolvimento do turismo com roteiros para museus, igrejas e locais históricos, participação do município no Congresso Mundial de Arquitetura 2020 e o mapeamento de locações para o fortalecimento do setor audiovisual do município que ainda conta com belezas naturais banhadas pela Baía de Guanabara.

 

Além disso, o projeto prevê ainda a possibilidade de o Caminho Niemeyer ser reconhecido pela Unesco, organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura, como um Patrimônio da Humanidade. O complexo possui sete obras do arquiteto Oscar Niemeyer – segundo maior acervo do país. Em 2018, o Museu de Arte Contemporânea atraiu 85 mil visitantes nas galerias e 280 mil no pátio.

O prefeito Rodrigo Neves destacou a importância do acordo não só para a cultura de Niterói, mas também para a economia e o turismo, com a promoção e o desenvolvimento sustentável do patrimônio cultural e natural do município.

“Esse termo de cooperação nos dá a possibilidade de projetar o Caminho Niemeyer, que é tão importante para a nossa memória, para o mundo inteiro. Além disso, estabelece outros objetivos relacionados à preservação do patrimônio histórico de Niterói. O Museu do Cinema Brasileiro se somará ao complexo cultural do Reserva Cultural, que tem salas de cinema e a Sala Nelson Pereira dos Santos. E também teremos um foco na educação. Niterói se orgulha de ser o município que mais investe em educação no estado, a cidade que construiu o maior número de escolas nos últimos anos. O desafio agora é, não só ampliar o acesso, mas melhorar a qualidade de educação que é ofertada para as nossas crianças no ensino fundamental e educação infantil. E vamos trabalhar muito para isso”.

A diretora da Unesco no Brasil, Marlova Noleto, afirmou que o Termo de Cooperação Internacional visa a desenvolver e fortalecer uma agenda sustentável das políticas culturais de Niterói.

“Nós da Unesco já observamos há algum tempo o trabalho desenvolvido em Niterói. Acredito que essa oportunidade é ímpar, pois é um município com uma vida cultural muito pujante, muito ativa, com uma utilização diferenciada de seus equipamentos culturais. A partir de hoje, vamos assumir o desafio de continuar trabalhando juntos para fazer de Niterói um destaque maior em cultura e educação, pois assim, nós promovemos mudança e transformação social”.

O presidente da Academia Fluminense de Letras e ex-prefeito de Niterói, Waldenir de Bragança, reforçou a preocupação da atual gestão com a preservação da história e da cultura do município.

“Esse ato marca uma gestão voltada para o engrandecimento da história cultural, não só de Niterói, como do estado do Rio. É uma iniciativa de extrema sensibilidade”.

A historiadora Ismênia de Lima Martins, professora da Universidade Federal Fluminense, lembrou que, em Paris, que tem apenas um prédio de Oscar Niemeyer, o Ministério da Cultura colocou a obra do arquiteto na lista oficial de visitas guiadas.

“Para nós, que temos um conjunto arquitetônico de sete obras de Oscar Niemeyer, do Centro da Cidade até Charitas, esse acordo tem uma importância enorme. É algo que vai despertar o interesse do mundo. É um orgulho participar desse momento”.

Para a secretária municipal de Fazenda, Giovanna Victer, o objetivo da parceria é fortalecer o desenvolvimento sustentável do Patrimônio Cultural e Natural de Niterói.

“Em Niterói, a cultura é reconhecida como vetor estratégico do desenvolvimento e isso se materializa com a constância de investimentos. A cidade vive um momento singular no desenvolvimento de suas políticas culturais, que vão desde a criação de mecanismos de fomento ao aperfeiçoamento da gestão dos equipamentos culturais e a parceria com a Unesco é mais um importante passo nessa direção”, afirmou a secretária.

Participaram do evento o secretário das Culturas, Victor de Wolf, a secretária de Educação, Ciência e Tecnologia, Flávia Monteiro, a secretária-executiva, Rúbia Secundino, o presidente da Neltur, Paulo Novaes, o presidente da Fundação de Artes de Niterói (FAN), André Diniz, a coordenadora do plano estratégico Niterói Que Queremos, Ellen Benedetti, e Márcia Pessanha, da Academia Niteroiense de Letras.

O Caminho Niemeyer - Projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer, o Caminho Niemeyer ocupa vários bairros da cidade com obras como a Fundação Oscar Niemeyer, o Memorial Roberto Silveira, o Teatro Popular Oscar Niemeyer, a Praça Juscelino Kubitschek, o Reserva Cultural, o Museu de Arte Contemporânea (MAC) e a Estação Catamarã de Charitas.

 

Prefeitura Municipal de Niterói
Rua Visconde de Sepetiba, 987 - Centro - Niterói - RJ