logo

logo

Licitações FeSaúde

SEPLAG – UGP/CAF

Licitações SMEL

Licitações Sexec

SMO-UGP/BID

Licitações SMEL


Início
Com investimento nas forças de segurança, na prevenção e em tecnologia, Niterói alcança menores índices de criminalidade em 20 anos PDF Imprimir E-mail

31/12/2020 - Niterói tem hoje os melhores resultados em segurança pública dos últimos 20 anos graças a um trabalho planejado e orientado pela Prefeitura,  que disponibilizou ferramentas e integrou todas as forças de  segurança, o que fez despencar os índices de criminalidade. O Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp) da Prefeitura de Niterói, que  engloba essas forças de segurança, chegou à marca de mais de 91.500 mil chamadas no número 153, ferramenta de apoio para as forças de Segurança e para a população, atendendo às mais variadas demandas. São cerca de 3.600 chamadas por mês, uma média de 120 por dia.

 

A redução dos índices de criminalidade nos últimos anos é fruto de um trabalho integrado entre os agentes da Guarda Municipal, Polícia Militar, Polícia Civil, Niterói Presente, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Federal e Pacto Niterói Contra a Violência, plano de ações, lançado em 2018. Só o Pacto tem investimentos de R$304 milhões, contemplando 18 projetos nos eixos de Prevenção, Policiamento e Justiça, Convivência e Engajamento dos Cidadãos e Ação Territorial Integrada.

“A segurança de Niterói tem hoje os melhores números da Região Metropolitana e o melhor resultado dos últimos 20 anos. Isso é fruto de um intenso trabalho de todos. Não cruzamos os braços e  deixamos que o Estado cuidasse da questão da segurança. Buscamos integrar, planejar e ajudar. Niterói não é uma ilha,  sabíamos que era um desafio muito grande assumirmos essa responsabilidade, pois a cidade vivia com medo. Não foi um trabalho fácil, mas o retorno nos mostrou que trilhamos o caminho certo”, destacou o prefeito Rodrigo Neves .

Dentre as ações, a Prefeitura criou o Observatório de Segurança Pública de Niterói, a Cidade da Ordem Pública, o Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp), o Cercamento Eletrônico e o programa Niterói Presente. Além disso, houve a ampliação do Proeis na cidade; a reforma das delegacias policiais; a reestruturação da Guarda Municipal com aumento do efetivo, valorização profissional e foco na qualificação; e as parcerias com as polícias Civil e Militar para inauguração e reforma de unidades policiais no município. Todas essas providências são apontadas pelo secretário do Gabinete de Gestão Integrada de Segurança,  Gilson Chagas, como pontos de extrema  importância para a redução dos índices  de criminalidade na cidade.

Esses investimentos em segurança pública geraram resultados positivos. O índice de letalidade violenta caiu 31,38% em 2020 em comparação com o ano de 2019. Nos roubos de rua, essa redução foi de 51,94% em relação ao ano passado. Já o roubo de veículos caiu 65,67%.

“Nosso compromisso segue sendo fazer de Niterói uma cidade mais segura para todos, promovendo e integrando os órgãos de Segurança Pública que prestam serviço em nosso município", afirmou o secretário Gilson Chagas.

Cisp - O Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp) da Prefeitura de Niterói foi inaugurado em 2015. Atualmente, opera com 522 câmeras, monitorando a cidade 24 horas. Além disso, existem 10 portais de segurança, com leitores automáticos capazes de verificar as placas de veículos em situação irregular nas entradas e saídas do município. O Cisp conta, ainda, com 70 câmeras inteligentes capazes de identificar veículos roubados possibilitando uma ação mais rápida por parte das forças de segurança. As imagens captadas ficam armazenadas em um banco de dados e podem ser requisitadas pelas polícias Civil e Federal para facilitarem as investigações. O Cisp integra  as forças de segurança estaduais, federais e municipais, além do Corpo de Bombeiros, NitTrans e Defesa Civil, com guardas municipais treinados, além de policiais militares e demais integrantes do programa.

Niterói Presente e Proeis - Os programas Niterói Presente e o Proeis são resultado de convênios da Prefeitura com o Governo do Estado, em que o Município paga uma gratificação para policiais militares que aceitam trabalhar nas ruas de Niterói nos dias de folga. No caso do Niterói Presente, há um efetivo fixo de policiais, alguns já reformados, além de agentes civis. Os programas pagos pela prefeitura colocam, em média, 448 homens por dia nas ruas, patrulhando a cidade.

O Programa Niterói Presente já atuou em mais de 2.230 ocorrências e ultrapassou a marca de 107 prisões em flagrante. Também foram recuperados 134 objetos roubados e 132 veículos.Os agentes também retiraram 577 foragidos das ruas durante as abordagens, além de colaborar para a prisão de traficantes, em apoio às ações da Polícia Militar.

O programa atende todas as delegacias regionais da cidade nos bairros de Icaraí, São Francisco, Jurujuba, Charitas, Centro, Fonseca, Barreto, Santa Rosa e Região Oceânica. O investimento da Prefeitura de Niterói no programa é de cerca de R$137 milhões por ano.

“A integração com a população é um fator preponderante, de extrema importância, para o êxito do Programa Niterói Presente. Enquanto os agentes do programa atuam em determinadas áreas, a Polícia Militar fica livre para o policiamento ostensivo e de maior potencial ofensivo de segurança. É, sem dúvida, uma integração que, somada ao apoio do Cisp com as câmeras da Guarda Municipal, dão um outro perfil para o trabalho de segurança pública na cidade. Nosso compromisso segue sendo fazer de Niterói uma cidade mais segura para todos, promovendo e integrando os órgãos de Segurança", afirmou o secretário Gilson Chagas."

Pacto Niterói Contra a violência - Um dos diferenciais do Pacto Niterói Contra a Violência é englobar uma série de programas não só de combate à violência, mas com ações sociais e de prevenção. Um dos exemplos é o Programa Escola da Família, criado para fortalecer o vínculo afetivo da gestante com o bebê e com seus familiares. Durante a pandemia, o programa continuou atuando em parceria com o Consultório de Rua. As gestantes em situação de rua foram acolhidas e os primeiros frutos foram positivos, de acordo com depoimento das participantes.

Para ampliar a participação da população, a Prefeitura disponibilizou o site pactocontraaviolencia.niteroi.gov.br. Nesta plataforma, encontram-se todos os projetos e programas e os canais de comunicação que recebem sugestões dos moradores.

“Os números falam por si. Esse pensamento reflete o compromisso com a cidade. O que é feito em Niterói é um exemplo para outras cidades. Um trabalho integrado entre o município e as forças de segurança para que todos trabalhem em prol da população”, afirmou o secretário municipal de Ordem Pública, Paulo Henrique de Moraes .

Em 24 meses, o Pacto Niterói Contra a Violência recuperou cerca de 150 espaços públicos, dando aos moradores de várias comunidades mais opções de lazer e de convivência.  No conjunto de programas do Pacto Niterói Contra a Violência estão:

Espaço Nova Geração - Crianças e jovens são protagonistas na prevenção à violência. Em dois bairros da cidade, ganharam o Espaço Nova Geração, resultado da revitalização dos CIEPs do Fonseca e do Cantagalo. Nesses espaços, 1.205 crianças praticam esportes, têm aulas de música, multimídia, arte, literatura, dentre outras atividades. A Prefeitura de Niterói se reinventou na pandemia e manteve essas atividades em um canal exclusivo no youtube. E, pensando no estado emocional dos alunos e dos familiares, foi criado, também, o Tele Acolhimento, com a escuta de psicólogos.

Jovem Eco Social - Além de possibilitar a inclusão social e econômica, os jovens também são convidados a ampliarem o olhar para o meio ambiente, principalmente, na região onde residem. Por meio de educação, profissionalização e práticas em projetos ambientais, o Niterói Jovem Eco Social, parceria da Prefeitura com a Firjan, está capacitando 395 jovens, de 11 comunidades do município, com aulas teóricas e práticas. Eles já visitaram os canteiros de mudas da Clin, a Estação de Tratamento das Águas de Niterói, o Horto do Fonseca e realizaram o replantio do Córrego dos Colibris, no Bairro Peixoto, no Engenho do Mato. Durante a pandemia, as aulas se mantiveram. Para driblar a dificuldade de acesso à internet, os alunos receberam um kit multimídia com 32 aulas gravadas, além de uma apostila.

Mediação de conflitos - O Pacto Niterói Contra Violência está levando a Mediação de Conflitos às comunidades, como forma de prevenção de crimes, em especial os de lesão corporal e ameaças. O Rede Mediar lançou o Desatando Nós, em que especialistas escrevem textos, trazendo à tona os tipos e benefícios da Mediação e, ainda, respondem em vídeos as principais dúvidas das lideranças comunitárias e religiosas.

 


Prefeitura Municipal de Niterói
Rua Visconde de Sepetiba, 987 - Centro - Niterói - RJ