logo

logo logo logo Colab

Licitações SEMUG


Início
TransOceânica: após um mês de operação, Prefeitura aprimora sistema BHLS PDF Imprimir E-mail

bhls
24/05/2019 –
A Prefeitura de Niterói está promovendo ajustes para que o novo sistema de transportes da Região Oceânica, a TransOceânica, fique mais ágil e eficiente. A linha Oceânica 3, a partir desta segunda-feira (27), passará a ter o ponto final na estação Engenho do Mato, localizada próximo ao Corpo de Bombeiros. A adaptação vai permitir a reorganização da malha viária e a redução dos atuais 20 minutos para até 13 minutos no intervalo entre os ônibus que atendem o bairro do Engenho do Mato. Os bairros de Itaipu e de Itacoatiara continuarão sendo atendidos pela linha Oceânica 2.

 

 


A operação no sentido Região Oceânica também terá melhorias: haverá ônibus para viagens extras, nas linhas Oceânicas 2 e 3, no horário do pico da tarde, a partir da estação de Charitas.

"O tempo de deslocamento e os intervalos vão ser reduzidos de forma ainda mais significativa com as medidas que vamos adotar”, disse Renato Barandier, secretário de Urbanismo e Mobilidade.

Segundo Barandier, na primeira semana de operação do sistema BHLS, houve uma redução de 20 minutos no tempo de viagem dos ônibus até Charitas. Desde a semana passada, a viagem ficou de 20 a 30 minutos mais rápida no eixo até o Centro.

“Levando em consideração a complexidade da operação, onde os motoristas e usuários dos ônibus precisaram se acostumar com novos veículos, itinerários e estações, a operação está sendo bem-sucedida", analisa.

Faixa exclusiva – A Secretaria de Urbanismo também acerta os últimos detalhes para iniciar a operação de uma faixa exclusiva para os ônibus da TransOceânica na orla de São Francisco, o que vai reduzir ainda mais o tempo de viagem da Região Oceânica até o Centro da cidade.

 

PMUS


Prefeitura Municipal de Niterói
Rua Visconde de Sepetiba, 987 - Centro - Niterói - RJ