Educação inicia planejamento participativo para os profissionais da Rede Municipal

O Planejamento Participativo da Educação (PPE) para os profissionais da Rede Municipal de Niterói teve início nesta quarta-feira (01). O objetivo é ouvir a comunidade escolar a partir de reuniões, fóruns, lives e seminários a fim de discutir e aprimorar as políticas educacionais da cidade para os próximos anos. Os encontros presenciais com os profissionais serão realizados semanalmente, às quartas-feiras, em uma unidade da rede. A primeira reunião foi realizada na Escola Municipal Altivo César, no Barreto. Na próxima semana, as reuniões seguem por escolas da Zona Norte.

De acordo com a Secretaria Municipal de Educação e a Fundação Municipal de Educação, estão sendo debatidos temas como o Planejamento Estratégico da SME/FME, que estabelece os principais projetos da Educação visando mitigar os efeitos da pandemia e elevar o ensino da rede pública da cidade, além de discussões pedagógicas como o trabalho no ensino híbrido e a Portaria 087, documento que norteia e regulamenta o funcionamento da rede municipal.

“Nós estamos nos dedicando diariamente, desde o início do ano, para desenvolver soluções que assegurem o direito à educação principalmente diante dos desafios causados pela pandemia. Estamos ampliando o diálogo com os profissionais da rede para debatermos o planejamento proposto pela SME/FME, garantindo não só a qualidade do ensino, mas um ambiente verdadeiramente democrático, que atenda às necessidades de toda comunidade escolar de Niterói”, disse o secretário da Educação, Vinicius Wu.

O Planejamento Participativo da Educação foi desenvolvido com estratégias de participação para garantir a inclusão do corpo escolar, possibilitando um espaço de escuta e diálogo. Desde o início do ano, já foram realizados diversos encontros com direções da unidade, pedagogos e demais membros da comunidade escolar.

De acordo com a subsecretária de Gestão Pedagógica, Aline Javarini, também serão debatidos nos encontros a infraestrutura física e tecnológica das escolas, educação integral e propostas inclusivas.  O PPE será um processo sistematizado e detalhado com o objetivo de considerar todas as colaborações apresentadas pelos profissionais.

“A participação não se encerra na reunião semanal com as escolas. Serão disponibilizados formulários digitais e ferramentas de participação presenciais e virtuais para que os profissionais continuem colaborando. As contribuições enviadas serão amplamente debatidas em Grupos de Trabalhos e as ideias serão levadas para uma plenária com a comunidade escolar. O texto final se transformará na nova proposta pedagógica da Rede Municipal de Niterói”, explicou.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo