Prefeitura de Niterói estende consulta pública sobre Pacto de Retomada até dia 31

Mais de 1.800 pessoas já participaram

A Prefeitura de Niterói estendeu para o dia 31 de outubro o prazo para participação na consulta pública sobre o Pacto de Retomada Econômica do município. Mais de 1.800 pessoas já ajudaram a decidir as políticas e projetos que serão implementados pelos próximos quatro anos no município. Através do link consultas.colab.re/pactoderetomadaeconomica, a sociedade pode opinar sobre as grandes prioridades do pacto, que foi anunciado no último dia 4 e vai injetar mais de R$ 2 bilhões em investimentos na cidade.

O pacto foi dividido em 7 eixos temáticos com ações que vão de 2021 a 2024. Através da consulta pública, os moradores de Niterói podem dar sua opinião sobre a principal prioridade do Pacto e as principais ações dentro de cada eixo. A consulta pública também pode ser acessada pelo aplicativo do Colab, disponível para download gratuito na Play Store (Android) e App Store (iOS).

A secretária municipal de Fazenda, Marilia Ortiz, destaca que o objetivo é que o pacto de retomada seja construído envolvendo a população de Niterói de maneira participativa.

“Ainda que tenhamos apresentado uma carteira de projetos iniciais, queremos colher sugestões e agregar também mais iniciativas que serão realizadas pelo próprio terceiro setor, universidades e empresas de Niterói. Além da consulta on-line e das sugestões enviadas pelo site, faremos encontros com diversos segmentos da sociedade para aprofundar os conteúdos das propostas”, detalha.

O coordenador de comunicação digital e relacionamento com o cidadão do município, Fernando Stern, destaca que a retomada da economia pós pandemia é uma das questões mais importantes da atualidade.

“Niterói saiu na frente nesse processo. A ideia de ouvir os cidadãos ajuda a tornar essa uma iniciativa de toda a sociedade, logo, mais ampla do que uma ação apenas do governo. O volume alto da participação já no início da consulta mostra como a cidade está interessada e mobilizada para um futuro melhor e que deixe para trás todo sofrimento causado pela pandemia. Por isso, vamos estender o prazo de duração da consulta para que mais pessoas possam se envolver”, explica.

Participação da sociedade – Para cada um dos sete eixos, serão organizados encontros setoriais de discussão dos projetos. Além do governo, vão participar membros da sociedade civil e representantes de cada setor. A proposta da Prefeitura é envolver os diferentes atores num pacto público e privado pela retomada da economia. Também para contribuir com a governança colaborativa do Pacto de Retomada Econômica, foi publicado no Diário Oficial do Município o Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social. As esferas de governo, acadêmica, sociedade civil e iniciativa privada tem representantes no grupo.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo