Complexo Esportivo do Barreto terá sala gamer, auditório e quadra de areia

Até o fim do ano, o Complexo Esportivo do Barreto, na Zona Norte de Niterói, vai estar de cara nova. Além de melhorias gerais na manutenção, que incluem pintura e troca de revestimentos nos vestiários, o equipamento vai ganhar uma sala de games e tecnologia, um auditório e uma quadra de areia para aulas de futevôlei e vôlei.

A sala gamer atenderá a uma solicitação dos moradores e possibilitará novas atividades e cursos no complexo. Para a construção da quadra, que ficará próxima ao portão de entrada, o projeto inclui terraplanagem, instalação de alambrado, piso intertravado e colocação de mesas e cadeiras de convivência no entorno.

“Essa era uma área abandonada e, como vereador, me dediquei para fazer ali uma piscina pública e um campo de futebol para contemplar o Projeto Gerson, de futebol para crianças e jovens. Mais tarde, foi feita uma grande reforma, com construção de quadras cobertas, setor administrativo e recuperação da piscina pública. Agora vamos criar uma quadra de vôlei, futevôlei e uma sala de games, além de uma nova reforma. Já estamos trabalhando para a sua reabertura e retomada das atividades que são muito importantes para os moradores locais, principalmente os idosos, que usam a piscina para aulas de hidroginástica e para as crianças e jovens”, comenta o vice-prefeito, Paulo Bagueira, idealizador do Complexo Esportivo.

Referência – O Complexo Esportivo do Barreto é um espaço de referência na região. Atualmente conta com um campo de futebol de grama sintética, arena para prática de artes marciais, como jiu-jitsu, taekwondo e capoeira, quadra poliesportiva, que pode ser usada para vôlei, futebol, basquete e handebol, além da piscina aquecida, onde acontecem as aulas de natação e hidroginástica.

O subsecretário regional do Barreto, Luiz César, lembra que cerca de duas mil pessoas, entre crianças, jovens e idosos, utilizam o equipamento. Ele ressalta a importância de um local como esse para os moradores do bairro.

“Temos muitas comunidades e escolas municipais aqui no entorno. Grande parte dessas crianças é desfavorecida em questões de atividades físicas e de lazer. Muitas não frequentam a praia ou têm oportunidade de ter piscina ou um bom campo de grama sintética. Por isso esse espaço é muito importante para elas”, explica.

O professor Aldir Alho é um dos frequentadores mais assíduos. Sempre que pode ele nada na piscina aquecida e destaca que ela é um diferencial do complexo.

“A natação é exigida em muitos concursos públicos, como os da Polícia Militar, Marinha, Exército, Polícia Federal e até em seleções de algumas empresas privadas. Muitas vezes as pessoas não podem pagar para fazer um curso extra como natação. E aqui elas podem fazer tudo gratuitamente. É muito bom!”, conta.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo