Niterói elege nova gestão do Conselho Municipal de Política Cultural para o biênio 2023/2025

Na última semana, a sociedade civil votou para a nova composição da gestão do Conselho Municipal de Política Cultural de Niterói (CMPC). Do dia 23 até 28 de janeiro, a população foi às urnas, em um processo eleitoral que contou com o maior número de candidatos inscritos de todas as edições do pleito (108). Também  houve recorde de eleitores, ao todo, 3.517 pessoas votaram. Um aumento de 134% em relação à última eleição do CMPC. 
“Em um cenário de reestruturação nacional das políticas culturais, Niterói continua sendo referência ao manter seu Conselho Municipal atuante no período mais difícil já enfrentado pela cultura neste país. É com esperanças renovadas que inauguramos uma nova etapa, um biênio com a expectativa de muita interlocução e participação social, ações imprescindíveis para o exercício da democracia e na construção de políticas públicas assertivas”, ressaltou o secretário das Culturas, Alexandre Santini.  
Foram eleitos 36 representantes, 18 titulares e 18 suplentes da sociedade civil, para as 18 câmaras setoriais, sendo elas: Arte e Culturas Urbanas; Artes Visuais; Artesanato; Audiovisual; Bibliotecas, Literatura, Livro, Leitura e Arquivo; Cadeia Criativa, Produção Cultural, Mercado Cultural e Moda; Carnaval e Festas Populares; Capoeira; Culturas e Religiões Afro-indígenas, Grupos Étnicos, Comunidades Tradicionais; Economia Solidária; Dança; Equipamentos Privados de Cultura; Movimentos Sociais; Música; Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural (Material e Imaterial); Pontos de Cultura; Serviços de Comunicação Social, Comunitária e Difusão Cultural e Cultura Digital; Teatro e Circo. Além disso, compõem o Conselho, mais 36 membros – 18 titulares e 18 suplentes -, indicados pelo poder público. 
Sobre o Conselho:
O Conselho é um órgão colegiado, de caráter deliberativo e normativo, sendo o principal espaço de participação social institucionalizada, de caráter permanente, integrando a estrutura básica do Sistema Municipal de Cultura. Tem como principais atribuições elaborar, fiscalizar e avaliar as políticas públicas municipais de cultura da cidade. 
Conheça os eleitos:
Câmara Setorial de Arte e Culturas UrbanasTitular: Andrezza da Cruz SampaioSuplente: José Vitor Braga Câmara Setorial de Artes VisuaisTitular: Breno PlataisSuplente: Alexandre dos Santos Câmara Setorial de ArtesanatoTitular: José RibamarSuplente: Emília Brown Câmara Setorial de AudiovisualTitular: Felipe XavierSuplente: Rachel Aguiar
Câmara Setorial de Bibliotecas, Literatura, Livro, Leitura e ArquivoTitular: Amanda AlmeidaSuplente: Debora Martins
Câmara Setorial de Cadeia Criativa, Produção Cultural, Mercado Cultural e ModaTitular: Day SommerSuplente: Thiago Falcão Câmara Setorial de CapoeiraTitular: José Roberto Nazareth SoaresSuplente: Mestre Paulão Kikongo Câmara Setorial de Carnaval e Festas PopularesTitular: Paulo BoiaSuplente: Fabiano Marins
Câmara Setorial de Culturas e Religiões Afro-indígenas, Grupos Étnicos, Comunidades TradicionaisTitular: Mãe Emília de Oxóssi Suplente: Manu Brasil Câmara Setorial de DançaTitular: Gustavo LoivosSuplente: Paula Campos
Câmara Setorial de Economia SolidáriaTitular: Eduardo NietoSuplente: Jujuca Câmara Setorial de Equipamentos Privados de CulturaTitular: Luiz Sérgio dos SantosSuplente: Ruth Sheila
Câmara Setorial de Movimentos SociaisTitular: Maria MenezesSuplente: Erick (CK) Câmara Setorial de MúsicaTitular: Paulo ZerbiniSuplente: Maranhão Câmara Setorial de Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural (Material e Imaterial)Titular: Eunice BatistaSuplente: Pedro Colares Câmara Setorial de Pontos de CulturaTitular: Haniel Marins MunizSuplente: Yara Canta Câmara Setorial de Serviços de Comunicação Social, Comunitária e Difusão Cultural e Cultura DigitalTitular: Irene CassianoSuplente: Márcio Daniel Câmara Setorial de Teatro e CircoTitular: Dárdana RangelSuplente: Gisela Vasconcelos

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo