Prefeitura faz primeira reunião de gabinete de segurança do ano

A Prefeitura de Niterói realizou, nesta quarta-feira (15), a primeira reunião do ano do Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGIM), que atua diretamente nas ações do Pacto Niterói Contra a Violência. O encontro, que aconteceu na Cidade da Ordem Pública, no Barreto, reuniu integrantes das esferas municipal, estadual e federal, com o objetivo de discutir estratégias para o ano de 2023 no enfrentamento à violência e criminalidade na cidade, cada um atuando dentro de sua área.

O Gabinete de Gestão Integrada Municipal foi criado em 2018 com o objetivo de dar suporte ao Pacto Niterói Contra a Violência, criado na mesma época. Com investimentos municipais de R$ 304 milhões, o Pacto vem atuando em 18 projetos nos eixos de Prevenção, Policiamento e Justiça, Convivência e Engajamento dos Cidadãos e Ação Territorial Integrada.

“Tivemos uma reunião muito produtiva, onde debatemos pontos importantes para melhorar cada vez mais a Segurança da nossa cidade”, disse o secretário Executivo da Prefeitura de Niterói, Rodrigo Neves. “A retomada das reuniões do GGIM é fundamental para nossa cidade. Retomamos o Gabinete de Gestão Integrada da Segurança Pública, com a participação das forças policiais e da Guarda Municipal. Vamos retomar os acordos de cooperação com o estado e a PM, o convênio do RAS da Polícia Civil, implantar a integração dos sistemas de monitoramento do Cisp com a Polícia Rodoviária Federal e ampliar a ostensividade da força pública e articulação das políticas sociais para uma cidade cada vez melhor”. 

Ele reiterou que nos últimos dez anos, com ações integradas e o Pacto Niterói Contra a Violência, os índices de criminalidade apresentaram queda e citou como exemplo o roubo de veículos, que caiu de 1.421 ocorrências/ano para 359 ocorrências/ano, o roubo a transeuntes, que recuou de 3.057 ocorrências/ano para 930 ocorrências/ano; e o roubo de comércio, que diminuiu de 312 ocorrências/ano para 92 ocorrências/ano. A taxa de homicídios do Estado do Rio é de 17,87 para 100 mil habitantes e a de Niterói é de 9/100 mil habitantes.

“Niterói nunca cruzou os braços com relação ao enfrentamento à violência. Não é o papel do município, mas nós disponibilizamos ferramentas para que as forças de segurança atuem e unimos essas forças para um bem maior”, destacou Rodrigo Neves. 

O Coronel Sylvio Guerra, comandante do 4º Comando de Policiamento de Área (CPA), da Polícia Militar, ressaltou a importância da integração dos poderes para garantir a segurança da população.

“Essa reunião é de extrema importância. Desde que iniciamos essa parceria e integração com cada agente atuando em sua área, mas de forma integrada, a modificação do perfil e a forma como o enfrentamento à criminalidade começou a acontecer em Niterói. Esse trabalho integrado faz muita diferença para a segurança da cidade”, frisou o comandante.

O secretário de Ordem Pública de Niterói, Paulo Henrique de Moraes, explicou que as reuniões serão frequentes.

“Fizemos uma avaliação com todos os entes ligados a segurança de todas as esferas e um diagnóstico para mapeamento de questões a serem resolvidas para montagem de novas estratégias e de caminhos que serão seguidos dentro de um planejamento”, explicou o secretário.

Também participaram do encontro o delegado de Polícia Mauricio Mendonça de Carvalho, representante do 4º DPA – Departamento de Polícia de Área – Região dos Lagos, Niterói e São Gonçalo; a delegada Natacha Alves de Oliveira (76ª DP ); o delegado Claudio Otero Ascoli (77ª DP – Icaraí); delegado Renato dos Santos Mariano (78ª DP – Fonseca); delegado Roberto Gomes Nunes (79ª DP – Jurujuba); Lauro Cesar Lethier Rangel (81ª DP – Itaipu); o tenente-coronel Aristheu de Góes, comandante do 12º Batalhão de Polícia Militar ; Diogo Rangel do Amaral, representando a Polícia Rodoviária Federal; Fábio Machado da Silva, representando a Polícia Federal; o inspetor geral da Guarda Municipal de Niterói, Leandro Nunes; o subsecretário Executivo Maurício Santos, representando o GGIM; e Luciano Avelar, coordenador do Observatório de Segurança Pública de Niterói.

Investimentos da Prefeitura

Entre os investimentos e ações da Prefeitura em apoio às forças de segurança aconteceram nos últimos 10 anos estão: a reestruturação da Guarda Municipal, com aumento de efetivo, valorização profissional e foco na qualificação; a criação do Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp); a construção da Cidade da Ordem Pública; a criação do Observatório de Segurança; a implantação do Pacto Niterói Contra a Violência; e a estruturação do cercamento eletrônico.

Outros destaques são a inauguração da Delegacia de Homicídios de Niterói; a reforma de delegacias; a ampliação do Programa Estadual de Integração na Segurança (Proeis) em Niterói; e a construção de Companhias Destacadas para a Polícia Militar na cidade.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo