Nadine Borges toma posse como secretária de Direitos Humanos de Niterói

Nadine Borges tomou posse na tarde desta sexta-feira (3) como secretária Municipal de Direitos Humanos de Niterói. Ela é doutora em Sociologia e Direito pela Universidade Federal Fluminense (UFF) e tem extenso currículo na área da Defesa dos temas sociais. Por decreto, a pasta agora passa a se chamar Secretaria de Direitos Humanos e Cidadania.

O prefeito de Niterói, Axel Grael, destacou a intensa agenda de Direitos Humanos da cidade:

“Temos feito um trabalho contra a violência policial. Também temos o foco no acolhimento de imigrantes e refugiados, por isso criamos a Casa dos Direitos Humanos. Temos também uma agenda de cidadania em Niterói, que reúne todas as forças da sociedade civil. Precisamos ter alguém no governo que una todas essas forças e a Nadine é essa pessoa. Precisávamos de alguém com esse perfil para tocar nossa agenda de Direitos Humanos. Tenho certeza de que teremos sucesso. Ela já está sendo cobrada, porque já está há alguns dias à frente da pasta, e estamos muito satisfeitos. Seja bem-vinda Nadine”.

O ex-prefeito e atual secretário executivo de Niterói, Rodrigo Neves, lembrou que a nova secretária se junta a um time de competentes mulheres na atual gestão.

“A posse da Nadine reflete a nossa preocupação com o tema dos Direitos Humanos. Quase metade do secretariado de Niterói é formada por mulheres. Isso é inclusão. E são todas muito competentes.  Nadine é uma figura que admiramos por sua luta pela população carcerária, pela causa dos negros, das crianças que sofrem violência. Que se destaca pela luta contra o extermínio da população favelada. Sua vinda é significativa. Queremos consolidar Niterói como uma fortaleza do pensamento progressista. É importante, que a gente progrida sempre. O prefeito é o síndico da cidade, mas temos que gerar o debate no campo das ideias, que foi tão estigmatizado nos últimos anos”, argumentou Neves.

A nova secretária afirmou que pretende ampliar as estratégias que já vêm dando certo no município.

“Agradeço a oportunidade de estar aqui construindo, aprimorando, fazendo mais, é isso que eu posso fazer. O que vem dando certo, tem que ser aprimorado. Sempre é possível aprimorar. Eu quero agradecer a todos os movimentos sociais e a todos os outros companheiros que aqui estão. Representantes de toda uma articulação social que é fundamental para a gente fazer nosso trabalho. A dimensão dos Direitos Humanos hoje precisa de um olhar integral. Não apenas o Estado tem que fazer as mudanças. Precisamos facilitar o acesso das pessoas ao poder público. Niterói tem políticas públicas há muitos anos e isso faz muita diferença”, disse Nadine Borges.

O ex-deputado Alessandro Molon lembrou do tempo em que foi presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro:

“Eu ocupei com orgulho esse posto. Essa é uma pasta que se preocupa em fazer as pessoas brilharem. O ser humano como centro, como objetivo.  Tenho certeza de que a Nadine nos dará muito orgulho nesta secretaria”.

O deputado estadual Carlos Minc elogiou a escolha da nova secretária.

“Niterói será a cidade dos Direitos Humanos. Não poderia ser uma escolha melhor, sobretudo no momento em que vivemos no Brasil, momento de reconquista, de reconstrução de um país. Nadine tem tradição, participou de audiências públicas sobre intolerância religiosa, violência policial, entre outras, e sempre foi muito atuante”.

Também estiveram presentes na cerimônia de posse a primeira dama de Niterói, Christa Vogel Grael, coordenadora voluntária da Campanha Niterói Solidária, a deputada federal Talíria Petrone, o deputado federal Reimont e a deputada estadual Marina do MST, entre outras autoridades.

Perfil da nova secretária – Nadine Borges é doutora em Sociologia e Direito pela Universidade Federal Fluminense (UFF), onde atualmente cursa Pós-Doutorado. Ela é vice-presidente da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil no Rio (OAB-RJ) e conselheira da mesma entidade. Foi assessora especial do Ministério dos Direitos Humanos e coordenadora de Relações Institucionais da Comissão Nacional da Verdade, além de presidente da Comissão da Verdade do Rio. Nadine integrou recentemente o corpo técnico do Grupo Técnico de Direitos Humanos da equipe de transição do Governo Lula, contribuindo na redação final em diversos temas.

Fotos: Bruno Eduardo Alves

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo