Niterói participa de seminário sobre mudanças climáticas na Universidade Federal de Roraima

O secretário municipal do Clima de Niterói, Luciano Paez, participou, nesta sexta-feira (17), no Salão Nobre da Reitoria da Universidade Federal de Roraima (UFRR), em Boa Vista, do II Seminário do Grupo de Pesquisa Direito Ambiental e Econômico e Direito e Energia. O tema do evento foi “Justiça e Mudanças Climáticas”.

Niterói foi convidada para apresentar suas ações relativas às mudanças do clima. O secretário Luciano Paez destacou que tratar deste tema em um estado da Amazônia é ainda mais estratégico.

“O Brasil é muito extenso e diverso. Existem territórios vulneráveis que são de fundamental importância como a Floresta Amazônica. Chegou o momento de refletirmos, junto à comunidade acadêmica, sobre os rumos que de fato queremos dar a este bioma, sobretudo suas transformações, que impactam todo o planeta”, ressaltou o secretário do Clima.

A Prefeitura de Niterói foi a primeira do Brasil a ter uma Secretaria do Clima. A pasta está focada em diversas vertentes para o desenvolvimento de políticas públicas e ações sustentáveis e para a neutralização do Carbono e que envolvem poder público, entidades e a sociedade civil.

A Prefeitura também trabalha a curto, médio e longo prazo com iniciativas baseadas na adesão, em agosto de 2021, ao Pacto “Race to Zero”, uma iniciativa da Conferência da ONU sobre Mudanças Climáticas (COP-26) para zerar a emissão líquida de gases de efeito estufa até 2050. Niterói faz parte do grupo de 12 cidades e quatro estados que integram o pacto e foi a única cidade do Estado do Rio a participar do evento “Corrida Ao Zero”.

A cidade ainda faz parte da Aliança pela Ação Climática (ACA) Brasil, uma coalizão dedicada a empreender medidas e aumentar o apoio público no enfrentamento à emergência climática mundial. A cidade ainda assinou a Declaração de Edimburgo, sinalizando o compromisso municipal de realizar ações transformadoras para alcançar objetivos e ambições definidas no marco global de biodiversidade.

Foto: Divulgação

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo