Carnavalescos recebem homenagem na Prefeitura de Niterói

O carnaval foi o motivo que levou dois cidadãos a receberem homenagens nesta terça-feira (9), na Prefeitura de Niterói. O niteroiense Gabriel Haddad e o paranaense Leonardo Bora foram agraciados com o Título de Cidadão Benemérito e o Troféu Ismael Silva pelo vereador Marcos Sabino. Os carnavalescos fizeram história com passagens por tradicionais escolas de samba de Niterói como Cubango, Sossego e Viradouro.

As condecorações foram entregues no gabinete pelo prefeito da cidade, Axel Grael.

“É uma justa homenagem para duas personalidades importantes da cultura e do carnaval. A gente vê, na própria fala deles, como eles associam muito o vínculo deles com Niterói, com o trabalho cultural e artístico que eles fazem. Eles são campeões do carnaval e é justo que a gente homenageie pessoas que tenham essa trajetória”, disse o prefeito.

Também estavam presentes, o vice-prefeito de Niterói, Paulo Bagueira, a secretária de Governo, Rubia Secundino, e o presidente da Neltur, André Bento.

O vereador Marcos Sabino, autor das homenagens no Legislativo, também é artista e destaca a importância da cultura.

“Homenagear o Gabriel é uma coisa muito afetiva porque eu o conheço há muitos anos, o vi começando nas escolas de samba aqui. Depois acompanhei essa importante participação dele com o Leonardo na Grande Rio. Então, resolvi fazer essa homenagem por tudo que representam para o carnaval brasileiro. Como artista da cidade também tive essa honra e sei da importância de criar esse link, essa aproximação mais viva e mais latente deles com Niterói. A cidade ganha com essa homenagem. A população vai poder conhecê-los mais e vai se sentir muito orgulhosa”, contou Sabino.

Gabriel Haddad é pesquisador e carnavalesco. Natural de Niterói, ele recebeu o título de Cidadão Benemérito. Em 2022 foi campeão carioca pela Acadêmicos do Grande Rio, escola de Duque de Caxias, ao lado de Leonardo.

“Cresci em Niterói e aqui a gente vai desenvolvendo essa ideia, essa mentalidade voltada para cultura. Eu vejo esse olhar de incentivo da Câmara e da Prefeitura para o carnaval e para as práticas culturais da cidade. Quando desfilava, ainda em alas de comunidade na Viradouro, ou quando era compositor da Cubango, via essa integração da cidade com a cultura, com a música e com o estilo da escola de samba. Então receber esse título de Cidadão Benemérito das mãos do Sabino e do Axel, que são pessoas que a gente admira enquanto incentivadores do olhar cultural e que veem a cultura como parte da educação, é um orgulho muito grande”, destacou Gabriel.

O troféu Ismael Silva, instituído em 1987, é dedicado a compositores de Escolas de Samba. Leonardo Bora foi o contemplado da vez por sua trajetória no carnaval carioca. O carnavalesco já desfilou pela Viradouro, foi campeão à frente da Sossego e vice-campeão pela Cubango, além de ter sido professor substituto de Produção Cultural na Universidade Federal Fluminense (UFF).

“Fico muito honrado e lisonjeado e encaro com uma responsabilidade, porque é um troféu que leva o nome de Ismael Silva, um sambista fundamental. E a gente fala tanto em fundamentos para falar da cultura sambista, da luta de tantas pessoas que se dedicaram para perpetuar e solidificar esse trabalho, então é muito forte. Eu não sei se mereço, mas uma vez que foi me foi ofertado, agradeço muito e encaro como uma responsabilidade para continuar contribuindo para a cultura do samba e especificamente das escolas de samba do carnaval, que é a minha grande paixão e a minha relação com Niterói é mediada por essa paixão. Tenho uma conexão muito forte com a vida sócio cultural da cidade. Fui professor na UFF que também me permitiu circular bastante, então me sinto um pouco cidadão niteroiense e acolhido por essa cidade, agradeço muito”.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo