Prefeitura de Niterói entrega o sétimo selo cervejeiro da cidade

A Prefeitura de Niterói entrega, no próximo dia 28, o Selo Cervejeiro, que faz parte do Projeto Niterói Cervejeiro, para a Cervejaria Malteca. A fábrica é a sétima do município a receber a chancela, concedida com o objetivo de reconhecer e valorizar a fabricação de cerveja artesanal no município. O projeto  , desenvolvido desde 2017 dentro do Plano Estratégico Niterói que Queremos, buscou identificar as demandas do setor através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e diálogo com o movimento intersindical com as secretarias Municipais, Federação das Indústrias do Estado do Rio de janeiro (Firjan) e a Universidade Federal Fluminense (UFF).


O Selo Cervejeiro também busca a implementação de boas práticas socioambientais e sanitárias de forma sustentável e não geradora de impactos ambientais urbanísticos e sociais, com incremento direto na geração de renda, além de promoção de produtos artesanais de cerveja.


“Hoje Niterói com certeza já é um dos principais polos cervejeiros do estado, com os empreendedores se aperfeiçoando cada vez mais. Como contrapartida o município está ampliando suas fronteiras, buscando espaços para que os cervejeiros possam expor e crescer seus negócios, gerando emprego e levando o nome da cidade. A Malteca, que agora será premiada, expôs este mês no Festival Hopen Braga Beer, em Braga, Portugal, graças à parceria da Prefeitura. Essa é uma prova de que estamos no caminho certo abrindo cada vez mais espaço para esse mercado”, observou o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Luiz Paulino Moreira Leite.


Para André Bento, presidente Niterói Empresa de Lazer e Turismo (Neltur), o Pólo Cervejeiro de Niterói vem se consolidando cada vez mais.


“O Pólo Cervejeiro de Niterói vem se consolidando, cada vez mais, na cidade como um dos principais indutores do Turismo pela indústria que está crescendo, com profissionalismo e tecnologia de ponta, movimentando a economia e gerando empregos. Esta parceria entre a iniciativa privada e o Poder Público gera investimentos e novas iniciativas. O maior exemplo deste potencial, foi a presença de Niterói num grande evento de turismo na Europa – FEIRA HOPEN-, na cidade de Braga (Portugal) com a presença da Cervejaria Malteca. Valorizando o Pólo Cidade, a Neltur realiza o Beertour Caminho Cervejeiro, um passeio turístico que tem sido sucesso para turistas e moradores de Niterói”.

A subsecretária de Desenvolvimento Econômico Lindalva Cid, explica que o município tem a lei 3.288/2017, regulamentada pelo decreto 12.916/2018 que dispõe sobre licenciamento da atividade de microcervejarias e respectivos bares cervejeiros em Niterói.


“Com a lei, Niterói reconhece e valoriza a fabricação de cerveja artesanal na cidade, estimulando a produção, de acordo com boas práticas socioambientais e sanitárias com foco em iniciativas limpas, sustentáveis, não geradoras de impactos ambientais, urbanísticos e sociais. Além disso, a comissão com base na Lei Cervejeira , avalia e premia as cervejarias com o Selo Niterói Cervejeiro”, explica Lindalva.



Selo – O Selo Niterói Cervejeiro, criado pela Prefeitura para estimular a abertura e valorizar as fábricas artesanais e brewpubs na cidade. Niterói tem, atualmente, 78 estabelecimentos ligados à produção e distribuição de cerveja artesanal, entre cervejarias, bares cervejeiros e feiras, segundo levantamento do Programa Desenvolvimento dos Projetos Aplicados, convênio entre a Prefeitura Municipal e a Universidade Federal Fluminense (UFF). A cidade também conta com 7 fábricas de cerveja, 4 fábricas em processo de registro, 32 cervejarias ciganas, 19 bares cervejeiros, 5 associações cervejeiras, 3 startups de bebidas artesanais e 2 coletivos cervejeiros. Esses estabelecimentos empregam, aproximadamente, 600 pessoas entre empregos diretos e indiretos e é uma das apostas da cidade para a retomada econômica pós-pandêmica.


Para receber o selo, os interessados devem fazer solicitação à Secretaria de Desenvolvimento Econômico e passam, a partir daí, por avaliação  de uma comissão formada por representantes das secretarias municipais de Cultura, de Meio Ambiente, e de Desenvolvimento Econômico, Urbanismo, Niterói Empresa de Lazer e Turismo (Neltur), Universidade Federal Fluminense e Firjan. Mais de 50 itens são levados em consideração na avaliação de acordo com as lei Niterói Cervejeiro . Na lista de exigências estão uma política de não agressão ao meio ambiente no processo de fabricação e tratamento dos resíduos produzidos.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo