Niterói vai sediar o maior evento de trilhas da América do Sul no Caminho Niemeyer

Com 45 trilhas mapeadas, mais de 56% de áreas protegidas e um dos municípios que mais investe em políticas públicas para preservação, Niterói será sede, do dia 20 a 24 de setembro, do 2º Congresso Brasileiro de Trilhas . O evento, que é gratuito, será um dos maiores do tipo já realizado no País e acontecerá no Caminho Niemeyer, apresentando iniciativas de conservação e turismo ecológico na Amazônia , além de abordar a geodiversidade e fomento de turismo sustentável nos municípios e estados , incluindo a importância de sinalização para gestão. As inscrições estão abertas, e além de especialistas, a sociedade em geral pode participar.

O 2º Congresso Brasileiro de Trilhas é uma realização conjunta da Associação Rede Brasileira de Trilhas, da Prefeitura Municipal de Niterói e da Niterói Empresa de Lazer e Turismo (NELTUR).As inscrições podem ser feitas através do link : https://www.even3.com.br/2congressobrasileirodetrilha

Antecedendo ao congresso e como forma de aprofundar ainda mais as discussões e ações sobre o tema, o prefeito Axel Grael participou, na manhã desta sexta-feira (14), de uma reunião para a construção da governança de trilhas de longa distância no Estado do Rio de Janeiro. Estiveram presentes de forma remota mais de 60 pessoas, dentre autoridades e pesquisadores de municípios do Estado, do Ministério do Turismo, do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) e do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). Durante a conferência, ele fez questão de mostrar a disponibilidade de Niterói para integrar as políticas nacionais sobre o tema.

“Além da troca de experiências para a implantação de trilhas de longa distância foi uma oportunidade para reiterarmos, mais uma vez, o nosso entusiasmo pelo conceito, pela ideia, por todo o esforço que já foi feito até agora, para a construção da estratégia de trilhas de longo percurso no nosso país. Podemos mostrar para agentes importantes dessa rede nacional que Niterói está junto neste projeto e que o Congresso de Trilhas que está chegando e será na nossa cidade, será um espaço onde todos serão muito bem vindos”, anuncia o prefeito.

O Congresso Brasileiro de Trilhas é o maior evento de trilhas da América do Sul e congregará em Niterói os maiores especialistas nacionais no tema, além de vários convidados estrangeiros que são referência internacional no assunto. Será precedido, no dia 20, por um Seminário Técnico Científico organizado pelo Ministério do Meio Ambiente e Mudança do Clima, em parceria com a Associação Rede Brasileira de Trilhas e, após seu término, ocorrerá um curso de manejo de trilhas ministrados por técnicos do ICMBio. Vai apresentar as iniciativas de conservação e turismo ecológico na Amazônia, apoiar o mapeamento e a divulgação de novas trilhas, abordará como a geodiversidade contribui para fomentar o turismo sustentável, além de oferecer diversas oficinas práticas, como a de sinalização de trilhas.

Dentre outros temas e aproveitando a campanha global da ONU para a Década da Restauração dos Ecossistemas (2021/2023), o evento abordará as experiências de restauração ecológica aplicados nas trilhas de longo curso.

“ Niterói já está avançando muito neste sentido . Nossas trilhas são mapeadas e já realizamos um intenso trabalho de restauração ecológica em diversas áreas de preservação e conservação, e contamos ainda com o apoio de voluntariado , já que a cidade tem uma população participativa e envolvida com as causas ecológicas entendendo muito bem a importância de preservação e da gestão de trilhas como forma de preservar o ecossistema .Temos hoje além das 45 trilhas mapeadas que já foram objeto de guias, oito unidades de Conservação. O Congresso acontecer na cidade não representa somente uma discussão sobre o tema , mas um aprofundamento do município diante de questões de políticas públicas”, explicou Rafael Robertson, secretário de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Sustentabilidade. 

O evento conectará gestores e funcionários de áreas naturais protegidas, pesquisadores, estudantes, voluntários, profissionais da conservação e do turismo, brigadistas, empresas do setor outdoor, montanhistas, ciclistas, caiaqueiros, peregrinos e demais pessoas envolvidas e usuários de trilhas e caminhos do Brasil. Durante os cinco dias do evento, essas vozes se juntarão para diagnosticar a situação e traçar a futura direção das trilhas brasileiras.

O 2º Congresso Brasileiro de Trilhas contará ainda com palestras, minicursos, oficinas técnicas, fóruns para acordos institucionais e visitas técnicas em trilhas de Niterói. Durante o evento haverá apresentação de casos de sucesso, com ênfase nos pilares fundamentais para o desenvolvimento e estruturação das Trilhas de Longo Curso, abordando temas como governança, sinalização padronizada, manejo de trilhas, capacitação, empreendedorismo, voluntariado, ecoturismo e turismo de base comunitária, lazer e interação com a Natureza.

O presidente da Neltur, André Bento, ressalta que Niterói assume cada vez esta vocação natural para o Ecoturismo.

“A tendência do mercado é cada vez mais voltada para o Ecoturismo,  modalidade que  cresce mais de 20% em todo o mundo. Em Niterói, temos uma grande  potencialidade”, ressalta.Neste sentido,  ainda neste ano, está prevista a  sinalização de  12 trilhas da cidade com pórticos nas entradas e sinalização interpretativa, descrevendo as trilhas, seus níveis de dificuldade, percurso, dentre outras informações.“Este mapeamento, com detalhes de sinalização e informação, além de facilitar o passeio dá mais segurança aos visitantes e turistas. São  fato das trilhas serem sinalizadas e manejadas na cidade garante mais segurança para os frequentadores,” diz o  presidente da Neltur .

Para Bento, Niterói foi um dos primeiros municípios do país a se integrar à Rede Brasileira de Trilhas. Há uma trilha de longo curso que perpassa grande parte da cidade: a Rota Charles Darwin, criada em 2018, e que vai até Maricá, ao longo de 28km. A Rota Charles Darwin é uma experiência que refaz parte do caminho realizado pelo naturalista britânico Charles Darwin em sua passagem pelo Brasil no Século XIX, além de buscar integrar a beleza natural  da cidade ao percurso, conectando unidades de conservação (PARNIT e PESET) e atrativos de grande relevância (MAC, Caminho Niemeyer, Ilha da Boa Viagem, entre outros).

“O Congresso Brasileiro de Trilhas, é um evento que vai reunir um universo de técnicos, especialistas em Ecoturismo, em Niterói,  que além da troca de experiências e do conhecimento sobre nosso potencial ambiental, vai impactar nossa economia, através de nossos polos hoteleiro, gastronômico e outros nichos de mercado.”, destaca  Bento.

 Hugo Castro, presidente da Rede Brasileira de Trilhas, opina sobre a cidade .

“Ciente das oportunidades vinculadas ao turismo ecológico, a Prefeitura de Niterói tem um olhar especial voltado para suas trilhas. Em 2018, em parceria com o município de Maricá, o município criou a Rota Charles Darwin, quando passou a integrar a Rede Brasileira de Trilhas. Essa trilha conecta unidades de conservação (PARNIT e PESET) e integra aspectos históricos às belezas da cidade. São 28km em Niterói e 70 km no total”, explicou Hugo .

Em 2020, foi instituído o Sistema de Sinalização de Trilhas de Niterói (NitTrilhas) para auxiliar a orientação dos usuários nos trajetos. No mesmo ano, foi lançado o Guia de Trilhas de Niterói, produto que contempla as 45 trilhas, classificadas de acordo com a metodologia FEMERJ. A ferramenta está disponível nas versões impressa e online, em que o usuário tem informações georreferenciadas que potencializam o uso público das áreas protegidas da cidade.

A Rede tem como objetivo ordenar o desenvolvimento, sinalização e governança das trilhas no território nacional. Sua meta de longo prazo é criar corredores ecológicos entre todas as unidades de conservação do Brasil e outras áreas núcleo de natureza preservada, promovendo a conectividade de paisagens e ampliando e diversificando a oferta turística, de modo a estimular o turismo e a geração de emprego e renda na zona rural.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo