Emusa conclui mais um trecho da obra de macrodrenagem em Charitas

As obras de macrodrenagem de Charitas continuam avançando. A Emusa finalizou a instalação das aduelas subterrâneas da rede de drenagem no trecho da Avenida Sylvio Picanço que vai em direção a Jurujuba num prazo menor que o previsto. Com isso, o trânsito desse lado da via já foi liberado.

Ontem (24) começaram os trabalhos de instalação das aduelas no outro sentido da pista, com interdições no tráfego apenas para quem se dirige a São Francisco. Com isso, o trânsito nesse sentido é escoado por vias internas e por uma pista reversível, no lado oposto da Sylvio Picanço. A previsão é a de que essa etapa dure cerca de 20 dias.

Membro da União dos Síndicos de Charitas, o empresário Vinícius Amorim, 43 anos, administra o Condomínio do Edifício Miraggio, na orla do bairro, e ressalta a importância dos investimentos realizados pela Prefeitura de Niterói, por meio da Emusa.

“Essa é uma obra muito aguardada, não apenas por nós, moradores, mas por toda a população de Niterói. Vejo que os prazos estão sendo cumpridos e esperamos, em breve, sentir os benefícios desse trabalho importantíssimo para o bem-estar dos frequentadores e o próprio desenvolvimento da cidade como um todo”, afirmou.

Um dos fiscais da obra, o engenheiro da Emusa Rafael Bonfim detalhou o trabalho realizado na Sylvio Picanço.

“Na primeira etapa das obras na Avenida Prefeito Sylvio Picanço, instalamos 50 aduelas subterrâneas de concreto, que medem 2,5 m X 1,2 m, desde a areia da praia até o canteiro central, passando pela pista no sentido Jurujuba, e também construímos 7 metros de parede de concreto armado. A partir de agora, damos continuidade ao trabalho no outro lado da via, para concluir esse trecho da rede, até o início da Rua Eurico Manoel do Carmo, instalando mais cerca de 50 aduelas”, explicou.

As obras na Avenida Prefeito Sylvio Picanço contemplam a construção de cerca de 100 metros da rede subterrânea de Charitas que terá, ao todo, 389,5 metros de extensão. O valor total dos investimentos é de R$ 6,6 milhões.

As intervenções em Charitas fazem parte de um pacote de investimentos que Niterói vem fazendo em resiliência na cidade, que incluem, ainda, a região do Barreto, na Zona Norte, que receberá obras de macrodrenagem numa extensão de 7km.

A previsão é a de que essa etapa dure cerca de 20 dias. Enquanto isso, o trânsito no sentido São Francisco é escoado por vias internas e por uma pista reversível, no lado oposto da própria Sylvio Picanço.

Foto: Leonardo Simplício

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo