Prefeito de Niterói participa de abertura do Summit 2023

O prefeito Axel Grael participou, nesta terça-feira (15), da mesa de abertura do Summit 2023 – Saúde e Inovação, que debateu o futuro da saúde aliado às inovações. O evento, promovido pelo Polo de Saúde Leste Fluminense, aconteceu na Sala Nelson Pereira dos Santos, no Reserva Cultural de Niterói, e reuniu profissionais de saúde e tecnologia, além de start ups ligadas às áreas. As secretárias de Ciências, Tecnologia e Inovação, Valéria Braga, e de Saúde, Anamaria Schneider, também participaram da mesa inicial do encontro.

O prefeito esteve na mesa de abertura que abordou A Saúde em Ecossistema. Ele destacou as iniciativas da cidade.

“Temos, em Niterói, duas iniciativas que são complementares, onde uma potencializa a outra. Uma é o Polo da Região Leste Fluminense, que tem uma massa crítica muito forte. E a outra é o ecossistema de inovação, em que um dos eixos é o da Saúde. Estamos buscando fazer com que Niterói se consolide como uma cidade que consiga trabalhar cada vez melhor esse potencial que tem na área de ciência e tecnologia. Temos aqui a Universidade Federal Fluminense, com a capacidade de formação de profissionais que vem gerando startups. Desejo que esse encontro possibilite que a gente possa já identificar novos eixos e frentes de parceria para a cidade como um todo”.

A programação contou ainda com palestras sobre os desafios para a saúde em um mundo em transformação, Tecnologia de Ponta e Produção Científica, Desafios e Oportunidades para a Inovação em Saúde no Leste Fluminense, Novos Modelos de Gestão – Inovar para Crescer e Saúde: Muito Além da Doença.

A secretária de Ciência, Tecnologia e Inovação, Valéria Braga, explicou que Niterói é um celeiro de inovação na área de Saúde.

“Inovação não é assunto simples e não há garantia. Leva tempo, precisa de investimento, mas, sem ela, não avançamos. Inovação na saúde é ainda mais complicado. Muitas normas, controles e premissas. No entanto, um serviço ou produto inovador é valioso, porque traz qualidade de vida, empregos, desenvolvimento econômico, reduz custos e desperdícios. Niterói é um celeiro de inovação na área da Saúde, como constatamos em um trabalho que estamos fazendo junto a Fundação Certi, em que discutimos os setores prioritários para a inovação em Niterói. Saúde é o eixo que está mais maduro, com várias startups muito interessantes e algumas precisando de espaço para validar produtos e serviços. O que faltava no eixo da Saúde era justamente um ambiente de troca, de inspiração, não somente entre seus pares, mas entre diferentes eixos. E é isso que estamos fazendo, juntos”, disse Valéria Braga.

Segundo Anamaria Schneider, secretária municipal de Saúde, o objetivo do encontro é a troca de experiências.

“Temos aqui representantes do governo e da sociedade e acreditamos que as experiências que vão ser apresentadas possam nos mostrar como as coisas podem ser muito mais fáceis do que a gente imagina, a partir de experiências de outros elementos de outras áreas e de outros setores. Aqui em Niterói, temos duas fundações ligadas à secretaria de saúde e uma rede muito grande, com vários hospitais, em torno de 70 unidades de saúde. Temos a Fundação Municipal de Saúde e a Fundação Estatal de Saúde de Niterói. A gente acredita que pode construir e fortalecer parcerias para que possamos começar a fazer as mudanças que a população de Niterói tanto espera, aprimorando a qualidade e facilitando a jornada do paciente no seu tratamento. Acho que esse é o objetivo maior do nosso encontro”, afirmou a secretária.

Crescimento da saúde em Niterói

O prefeito Axel Grael ainda ressaltou que o número de hospitais cresceu nos últimos anos em Niterói por conta de uma política púbica de redução do Imposto Sobre Serviço (ISS).

“A área de saúde é um dos melhores exemplos de fomento a uma atividade econômica da cidade. Há pouco tempo, tínhamos uma deficiência em termos de capacidade de atendimento na saúde na cidade. Depois de uma estratégia da Prefeitura de reduzir o ISS para 2%, nós conseguimos, em parceria e com muito diálogo com o setor de saúde, atrair investimentos para Niterói. E a Saúde hoje é a principal setor econômico em termos de arrecadação para a Prefeitura. Só no primeiro trimestre deste ano, arrecadamos cerca de R$ 18 milhões de ISS. E a gente precisa continuar avançando, afinal políticas públicas são como uma corrida sem linha de chegada. Você atinge um objetivo e vem sempre novas demandas, novas metas, novas estratégias para que sigamos avançando”, contou Axel.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo