Prefeito Axel Grael apresenta atrações do ecoturismo em Niterói no 2º Congresso Brasileiro de Trilhas

O prefeito Axel Grael apresentou as atrações do ecoturismo em Niterói para os participantes do 2º Congresso Brasileiro de Trilhas que acontece no Caminho Niemeyer até o próximo domingo (24). Ele integrou o painel “Desafios e Oportunidades sobre Trilhas como Ferramenta de Conservação” que também teve a presença da Secretária Nacional de Biodiversidade, Florestas e Direitos Animais do Ministério do Meio Ambiente e Mudança do Clima, Rita Mesquita; o Diretor da Rede Brasileira de Trilhas, Pedro da Cunha e Menezes; e o Diretor executivo da Fundação Florestal, Rodrigo Levkovicz. A infraestrutura que vem sendo criada em Niterói para promover o turismo de aventura foi o centro da pauta.

Durante a palestra, o prefeito Axel Grael lembrou que a cidade de Niterói foi um dos primeiros municípios do país a integrar a Rede Brasileira de Trilhas. Há uma trilha de longo curso que perpassa grande parte da cidade: a Rota Charles Darwin, criada em 2018, e que vai até Maricá, ao longo de 28km. A Rota Charles Darwin é uma experiência que refaz parte do caminho realizado pelo naturalista britânico Charles Darwin em sua passagem pelo Brasil no século XIX, além de buscar integrar a beleza cênica da cidade ao percurso, conectando unidades de conservação, como o Parque Natural Municipal de Niterói (Parnit) e Parque Estadual da Serra da Tiririca (Peset).

“A rede de trilhas de Niterói está entre as melhores do Brasil. Nosso primeiro guia foi lançado em 2020 e agora está mais robusto, com novos trajetos e novas unidades de conservação. Com o livro, esperamos reforçar o potencial da cidade para o ecoturismo e divulgar as diversas opções de lazer para a população e seus visitantes. O ecoturismo é uma tendência mundial e ajuda a alavancar o desenvolvimento econômico da cidade com sustentabilidade e inclusão. Além do Guia de Trilhas, várias iniciativas estão tornando Niterói cada vez mais atrativa para esse tipo de turismo, como a criação recente do Parque Natural Municipal do Morro do Morcego, na Enseada de Jurujuba. Temos trilhas também trilhas estruturadas para prática de mountain bike e downhill no Parque da cidade, que também são uma referência nacional para a modalidade. São fatores que, juntos, incrementam cada vez mais as opções para o ecoturismo”, aponta Axel Grael.

O congresso  é organizado pela Associação Rede Brasileira de Trilhas de Longo Curso, pela Prefeitura Municipal de Niterói e pela a Empresa de Lazer e Turismo (Neltur). O encontro tem o objetivo de implementar as trilhas de longo curso de maneira ecologicamente sustentável e benéfica para a biodiversidade, sobretudo em relação às espécies ameaçadas de extinção. Estão representados no congresso lideranças ambientais do Acre, Alagoas, Amapá, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe, São Paulo e Tocantins. A programação completa pode ser acompanhada através do site: https://www.even3.com.br/2congressobrasileirodetrilhas/

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo