Escolas da Rede Municipal de Niterói começam a receber internet de fibra óptica

A Prefeitura de Niterói, através da Fundação Municipal de Educação (FME), está investindo na melhoria da conectividade nas escolas. Para isso, vem implantando uma rede de fibra óptica em todas as 94 Unidades da Rede Municipal de Niterói. A instalação será concluída até novembro.

Nesta terça-feira (26), o Secretário Municipal de Educação e presidente da Fundação Municipal de Educação, Bira Marques, foi à Escola Municipal Prof.ª Lúcia Maria da Silveira, em Jurujuba, acompanhar o processo de instalação.

“A implantação da fibra é o alicerce inicial para fazer o processo de transformação digital da Educação. Estamos trabalhando intensamente, desenvolvendo uma nova política de tecnologia e inovação que garanta um aprendizado conectado com as novas tendências de mundo”, disse o secretário e presidente Bira.

Serão disponibilizados 50 MB/s para as escolas municipais, enquanto as Unidades Municipais de Educação Infantil (UMEIs) terão 20 MB/s, que podem ser potencializados de acordo com o uso. Por meio da verba descentralizada enviada pelo Governo Federal, algumas unidades contam com serviços de internet fornecidos através de um plano de banda larga. No entanto, com o link exclusivo, além de maior tráfego de dados, há menor oscilação na rede, uma vez que a escola não irá dividir a conexão com outros usuários.

A instalação da fibra óptica nas escolas não é uma ação isolada. De acordo com Adriana Neves, diretora de Tecnologia da Informação da FME, novas ações vão se descortinar a partir da instalação desta nova infraestrutura.

“Além da melhoria da conectividade com o link dedicado, com uma oscilação bem menor, ainda vamos receber mais máquinas para equipar as escolas. Nesta nova estruturação, iremos privilegiar a aquisição de computadores, a melhoria da conectividade e a proteção de dados, garantindo que a nossa Rede possa inovar no processo de aprendizado”, ressaltou Adriana Neves.

Com o aumento da banda, as salas de aula  poderão ter a instalação de lousas digitais, cuja aquisição está no plano de ação da Educação, criando assim um ambiente cada vez mais inclusivo e moderno para a aprendizagem no município.

A nova estruturação proposta pela FME vai muito além de aumentar a potência da internet nas unidades escolares. Por meio da melhoria da conectividade, a ideia da FME é aumentar a proteção de dados das unidades, garantindo a segurança do acesso à internet por parte dos alunos. Além disso, a FME buscará ter maior controle sobre os ativos de TI de cada unidade.

Esse controle dos ativos de TI poderá viabilizar novas ações. Dentre elas, criar uma rede única entre todas as unidades, viabilizar o controle parental do conteúdo consumido pelas crianças e pelos adolescentes. Além das tecnologias que são de maior interesse das unidades, algumas outras tecnologias vão viabilizar o monitoramento da rede diretamente pela Educação, com mecanismos que também permitam o monitoramento de câmeras nas unidades escolares para garantir segurança no perímetro, dialogando diretamente com o programa Escola + Segura.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo