Prefeito recebe a família Sirkis no Parque Orla Piratininga

O prefeito de Niterói, Axel Grael, visitou as obras do Parque Orla Piratininga (POP) Alfredo Sirkis, na manhã desta sexta-feira (21), acompanhado da família Sirkis. O filho Guilherme e a viúva de Sirkis, a escritora e empresária Ana Borelli, vieram conhecer o parque a convite do prefeito. Alfredo Sirkis morreu em um acidente de carro na Baixada Fluminense, no Rio, em julho do ano passado. Ele tinha 69 anos e era ambientalista, político, jornalista e escritor. Foi um dos pioneiros na luta pela preservação do meio ambiente no Brasil, e um dos fundadores do Partido Verde.

O Parque, que está sendo implantado pela Prefeitura de Niterói, contempla a recomposição vegetal da orla da Lagoa, abrangendo uma área de mais de 150 mil metros quadrados e a implantação de cerca de 10 quilômetros de sistema cicloviário ao longo de toda a orla, além de espaços para lazer e esporte.

O prefeito enfatizou que o POP será um marco da caminhada de Niterói rumo à sustentabilidade urbana, falou da importância do projeto para a recuperação da Lagoa e da homenagem a Sirkis.

“Sempre admirei a capacidade do Alfredo Sirkis na leitura e interpretação do cenário político e a sua estreita conexão com o que havia de vanguarda nas políticas para a sustentabilidade no mundo”, afirmou o prefeito. “Esta é uma obra que vem buscar aquilo que a gente sempre lutou, que é a recuperação das lagoas. Vamos permitir que as pessoas desfrutem de uma das paisagens mais bonitas da cidade, com uma lagoa em franco processo de recuperação.

Guilherme Syrkis, que também é um militante das causas ambientais, trabalhando no tema das mudanças climáticas, agradeceu ao prefeito a homenagem para o seu pai.

“O prefeito Axel Grael é um amigo de muitos anos, grande parceiro do meu pai. A gente vive um dos momentos mais difíceis da nossa história, meu pai morreu há 10 meses e ainda estamos de luto. É um momento muito triste das nossas vidas e essa homenagem é uma honra e um conforto enorme nos nossos corações. Vemos aqui uma política de trabalho, que pensa na população local. Essa obra teve a participação popular, com a conversa com a comunidade do entorno. E isso é o mais importante, fazer política pensando nas pessoas”, disse.

A previsão é que todo o trabalho de implantação do POP esteja concluído em setembro de 2022. No momento, está sendo finalizado o canteiro de obras para a segunda etapa de intervenções, que inclui toda a parte de urbanização da área, com pavimentação e drenagem, praças e ciclovias. Enquanto isso, a primeira etapa, que contempla a infraestrutura verde e revegetação, segue avançando.

O secretário municipal de Urbanismo, Renato Barandier, que também participou da visita às obras, destacou os benefícios para a cidade com a implantação do parque e lembrou das iniciativas que estão sendo colocadas em prática para a ampliação da malha cicloviária.

“Além desse inestimável valor ambiental que a esta obra traz, de recuperação ambiental, ela reverte esse processo histórico da cidade de costas para a sua lagoa, para sua orla, e passa a integrar, urbanisticamente, todos esses bairros do entorno com essa nova orla, esse novo parque que está surgindo agora. O POP também terá uma ciclovia de dez quilômetros no seu entorno e as pessoas poderão vir pedalando. A Coordenadoria Niterói de Bicicleta está conduzindo a implantação de mais 60 quilômetros de ciclovias na Região Oceânica, que conecta essa ciclovia do parque com a região. No que diz respeito transporte público, na frente do Parque temos a estação Lagoa de Piratininga, que foi batizada justamente para ressaltar a importância da lagoa dentro da cidade e, em breve, teremos a estação Camboatá, na entrada de Camboinhas, fazendo a integração das duas pontas do parque”, pontuou.     

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo