Caminho Niemeyer: visitantes podem admirar obras arquitetônicas e praticar esportes individuais, além de ver pôr do sol na Baía de Guanabara

Equipamento da Prefeitura tem atraído moradores e turistas que também podem aproveitar as visitas gratuitas, conduzidas por monitores da Neltur

O Caminho Niemeyer, no Centro de Niterói, é mais uma opção gratuita de lazer ao livre de Niterói. O espaço foi reaberto ao público em julho, após um longo período de fechamento causado pela pandemia do novo coronavírus, e está se tornando uma das áreas preferidas dos niteroienses. O local pode ser frequentado nos fins de semana e feriados das 7h às 18h, possui importantes obras do famoso arquiteto Oscar Niemeyer, uma belíssima vista da Baía de Guanabara – especialmente no pôr do sol –  e permite que ainda, passear, caminhar, andar de skate, bicicleta e patins.

O Caminho Niemeyer é um equipamento cultural de grande valor arquitetônico e faz parte de um complexo de 11 quilômetros de obras do consagrado arquiteto, que vai até Charitas.

“A população está feliz com a reabertura. Temos recebido muitas famílias que vêm patinar, andar de bicicleta e aproveitam para apreciar o pôr do sol. O espaço é bem arejado, ótimo para a prática de atividades físicas individuais, além de ter um visual incrível para os amantes da fotografia. Estamos trabalhando com todo o cuidado e pedindo para os visitantes não deixarem de usar máscaras e seguirem o protocolo sanitário”, explica Barbara Siqueira, gestora do Grupo Executivo do Caminho Niemeyer.

O local conta com um Centro de Atendimento ao Turista (CAT), um projeto arquitetônico também inspirado nas obras de Niemeyer, e é fruto de um convênio entre a Neltur e o Ministério do Turismo. De hora em hora, estagiários de turismo realizam visitas guiadas gratuitamente, onde é possível conhecer a história e obra de cada monumento: Fundação Oscar Niemeyer, Memorial Roberto Silveira e o Teatro Popular Oscar Niemeyer. Todos com as curvas sinuosas, uma das marcas do arquiteto. Ali também são distribuídos folhetos com informações sobre os diversos pontos turísticos da cidade.

Christiano Guida Fragoso, de 38 anos, morador do Ingá e pai do João Pedro, de 3 anos, é um dos frequentadores do espaço.

“A gente aproveita muito os ambientes ao ar livre. Ainda mais nesse período, depois de muito tempo em isolamento, é um golaço da Prefeitura manter esse espaço para as famílias aproveitarem”, disse o advogado.

O Caminho Niemeyer permite a entrada de até 500 pessoas por vez, de acordo com o protocolo sanitário de prevenção à Covid-19.

“Esses espaços públicos têm me salvado nesta pandemia. Eu ando de patins e pratico corrida e essa área aqui é linda. Acho maravilhoso, é a minha válvula de escape, assim como a orla de Icaraí”, destaca a engenheira Maria Fernanda Bastos, de 36 anos.  

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo