Vacinação contra Covid-19 em Niterói chega aos 12 anos

Campanha Niterói Solidária, que completa cinco meses de doações nos postos de vacinação, chega a 45 toneladas de alimentos arrecadados

A Prefeitura de Niterói chegou, nesta quinta-feira (02), aos adolescentes de 12 anos em seu calendário de vacinação contra a Covid-19. Com isso, a cidade torna-se uma das primeiras do Brasil a atingir a meta de disponibilizar vacinas para todas as faixas etárias a partir dos 12 anos. A vacinação de crianças abaixo dessa idade não é recomendada pela Organização Mundial de Saúde e não foi autorizada pelo Ministério da Saúde.

Equipes da Secretaria Municipal de Saúde se concentram agora na busca ativa pelas pessoas de todos os grupos que ainda não compareceram para tomar a primeira dose da vacina ou que não retornaram aos postos para a segunda dose. A vacinação continuará com a aplicação da dose de reforço em idosos para conter o avanço da variante Delta.

O prefeito de Niterói, Axel Grael, destacou que o município já vacinou com pelo menos uma dose 99,5% da sua população adulta. Até a última quarta-feira (01), 417.651 pessoas receberam a primeira dose, 240.936 receberam a segunda dose, 12.266 receberam a dose única e 347 idosos receberam a dose de reforço. Entre os adolescentes, 17.257 foram imunizados com a primeira dose.

“Niterói vacinou rápido e com eficiência, como podemos ver pelos nossos números de vacinados. Esse trabalho nos permitiu chegar rapidamente aos 18 anos, no final de agosto, e agora aos 12 anos, o que nos possibilita priorizar as doses de reforço”, disse o prefeito, durante transmissão nas redes sociais da Prefeitura de Niterói.  

Na última sexta-feira (27), Niterói começou a aplicar a terceira dose em idosos que vivem em Instituições de Longa Permanência. Esse grupo foi um dos primeiros a receber a vacina contra a Covid-19 em janeiro deste ano, ao lado dos profissionais da linha de frente de combate à doença. Na última quarta-feira (01), Niterói se tornou a primeira cidade do Estado do Rio a aplicar a dose de reforço da vacina contra a Covid-19 em idosos que não estão abrigados. Nesta quinta-feira (02), o reforço está sendo aplicado em pessoas acima de 90 anos em oito postos de vacinação (endereços abaixo). Na sexta-feira (03) e sábado (04), será a vez dos idosos a partir de 85 anos receberem o imunizante.

O reforço está sendo feito com a vacina Pfizer. Para receber a dose, os idosos devem comparecer a um dos oito postos de vacinação disponíveis munidos de comprovantes da primeira e da segunda dose recebidas, documento de identidade e comprovante de residência. O reforço é apenas para quem mora em Niterói. O secretário municipal de Saúde de Niterói, Rodrigo Oliveira, destacou que é necessário ter um intervalo de seis meses ou mais da segunda dose.

“Em Niterói, hoje qualquer pessoa acima de 12 anos já pode se vacinar contra a Covid-19. A vacinação, mais do que um ato de proteção individual, é um pacto coletivo que só funcionará plenamente quando todos estivermos com nossas doses. A repescagem é para qualquer cidadão que ainda não se vacinou. Mesmo no feriado e no ponto facultativo, não vamos parar e contamos com a cidadania do niteroiense para fazer a sua parte”, frisou.  

Imunossuprimidos – A Prefeitura também iniciou nesta quinta-feira (02), a vacinação de reforço em pessoas com alto grau de imunossupressão, de qualquer idade, que tenham tomado a segunda dose há pelo menos 28 dias. De acordo com a lista divulgada pelo Ministério da Saúde, poderão se vacinar pessoas com imunodeficiência primária grave, quimioterapia para câncer, transplantados de órgão sólido ou de células tronco hematopoiéticas (TCTH) com uso de drogas imunossupressoras; pessoas vivendo com HIV/Aids com CD4 (mais de 200 céls/mm3); pessoas que façam uso de corticoides em doses igual ou superior a 20 mg/dia de prednisona, ou equivalente, por mais de 14 dias; pessoas que façam uso de drogas modificadoras da resposta imune; pacientes em hemodiálise e pacientes com doenças imunomediadas inflamatórias crônicas (reumatológicas, autoinflamatórias e doenças intestinais inflamatórias).

Também podem receber o reforço pessoas que fazem uso dos seguintes medicamentos: Metotrexato, Leflunomida, Micofenolato de Mofela, Azaprina, Ciclofosfamid, Ciclosporina, Tacrolimus, Mercaptopurina, biológicos em geral (Infliximabe, Etanercept, Humira, Adalimumabe, Tocilizumabe, Canakinumabe, Golimumabe, Certolizumabe, Abatacepte, Secukinumabe, Ustekinumabe), inibidores Da JAK (Tofacinibe, Baracinibe, Upadacinibe).

É necessário apresentar documento de identidade, CPF, comprovante de residência, comprovante de vacinação, laudo médico ou receita médica para receber o reforço contra a Covid-19.

Repescagem – Os postos de vacinação seguirão abertos em Niterói para a repescagem. Todos os adultos e adolescentes da cidade que ainda não se imunizaram podem procurar uma unidade de saúde para tomar a primeira dose da vacina contra a Covid-19.

Funcionamento no feriadão – No sábado, segunda (ponto facultativo) e terça-feira (feriado)  o horário de funcionamento dos postos será das 08h às 12h com entrada até as 11h30.  Na segunda-feira, a vacinação ocorrerá apenas nas policlínicas do Fonseca e Itaipu, além do drive thru na UFF. Na terça-feira, a vacinação será na Policlínica da Engenhoca, no drive thru da UFF e no Ginásio do Colégio Gomes Pereira (no ginásio não haverá vacinação de adolescentes e aplicação da terceira dose, somente repescagem). Confira os endereços dos pontos de vacinação no final da matéria.

Niterói Solidária – A primeira-dama de Niterói, Christa Vogel Grael, coordenadora voluntária do programa Niterói Solidária, apresentou um balanço dos cinco meses do programa. Ela ainda anunciou que pontos culturais da cidade também vão passar a ser locais de doações para o programa.  

“Gostaria de agradecer a todos que contribuíram durante esse período; não só a população com as doações, mas as instituições, os trabalhos voluntários, as equipes da Prefeitura envolvidas. Chegamos a um total de aproximadamente 45 toneladas de alimentos arrecadados, mais de 4.000 itens de limpeza e mais de 400 agasalhos e cobertores. O programa continua nos postos de vacinação durante o mês de setembro e vamos começar uma transição para os pontos de cultura na cidade. Estaremos com o nosso selo, para que todos possam continuar doando, no Museu de Arte Contemporânea, durante a programação de aniversário. Contamos com todos para dar continuidade a essa ação tão importante para toda a população carente na cidade”, afirmou Christa.

Programa Niterói Presente – Também durante a transmissão ao vivo, o prefeito Axel Grael informou que, por decisão do governo do Estado, a Prefeitura de Niterói não poderá mais atuar na gestão do Programa Niterói Presente. Desde 2013, a administração municipal decidiu investir na proteção da população com a instalação do Centro Integrado de Segurança Pública (CISP), com o uso de câmeras inteligentes no monitoramento das ruas, além do reforço substancial no policiamento por meio do Niterói Presente e Proeis.

Há quatro anos, a cidade foi pioneira na criação do Programa Niterói Presente, com recursos integralmente municipais. Até hoje, 60% dos policiais que patrulham as ruas de Niterói estavam bancados pela Prefeitura por meio de parcerias como o Proeis. O modelo de policiamento desenvolvido em parceria com a Prefeitura de Niterói, inédito no País, fez com que Niterói alcançasse os menores índices de criminalidade dos últimos 20 anos em toda a Região Metropolitana.

“Essa parceria vinha acontecendo há cerca de quatro anos, e promoveu uma redução histórica nos números de criminalidade na nossa cidade. De 2018 a agosto de 2021, tivemos uma redução de quase 79% dos casos de roubos de rua. Roubos de veículos tiveram queda de 87%. Ao longo deste período, trabalhamos em colaboração com o Estado, assumindo todo o custeio da operação”, pontuou o prefeito Axel Grael.

Locais de vacinação e endereços:

Policlínica Sérgio Arouca – Rua Vital Brazil Filho, s/nº, Vital Brazil.

Policlínica Doutor João da Silva Vizella – Rua Luiz Palmier, 726, Barreto.

Policlínica Regional de Itaipu – Avenida Irene Lopes Sodré, s/nº, Itaipu.

Policlínica Regional Carlos Antônio da Silva – Avenida Jansen de Melo, s/nº, São Lourenço.

Policlínica Regional Doutor Guilherme Taylor March – Rua Desembargador Lima Castro, 238, Fonseca.

Policlínica Regional de Piratininga Dom Luís Orione – Rua Dr. Marcolino Gomes Candau, 111, Piratininga.

Policlínica Regional Doutor Renato Silva – Avenida João Brasil, s/nº, Engenhoca.

Drive thru na Universidade Federal Fluminense – Campus Gragoatá, Rua Alexandre Moura, 8, São Domingos.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo