Meio ambiente: famílias de baixa renda de Niterói começam a ter imóveis conectados à rede de esgoto gratuitamente

A Prefeitura de Niterói vai iniciar na próxima sexta-feira (3), durante a abertura da Semana do Meio Ambiente, a conexão à rede de esgoto das primeiras residências ocupadas por famílias beneficiárias do Cadastro Único e que vivem em áreas que têm influência no sistema lagunar de Niterói.  A ação será coordenada pela Secretaria de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Sustentabilidade de Niterói (SMARHS).


“Niterói está desenvolvendo uma série de ações para proteger e renovar o ecossistema das lagoas de Niterói, como o Parque Orla Piratininga Alfredo Sirkis, as obras de drenagem em vários bairros da Região Oceânica e a renaturalização do Rio Jacaré da bacia hidrográfica urbana do Rio Jacaré com obras de saneamento ambiental nas comunidades locais. Essa nova etapa do programa Ligado Na Rede, que vai beneficiar famílias mais pobres da cidade, é essencial para seguirmos no caminho de uma cidade mais sustentável”, afirmou o prefeito Axel Grael.

Com o tema “Uma só terra – vida sustentável em harmonia com a natureza”, a Semana do Meio Ambiente em Niterói terá uma intensa agenda de atividades, várias delas voltadas para a educação ambiental e com a participação de estudantes.  Na abertura oficial, que acontecerá na Praia do Sossego, haverá o anúncio da adesão de cinco escolas da rede municipal de ensino ao programa internacional de educação ambiental Eco-Escolas, que confere a premiação Green Flag (Bandeira Verde) às unidades que tiverem o melhor desempenho.

Executado em parceria com a concessionária Águas de Niterói, o braço social do programa Ligado na Rede tem como meta fazer a ligação de 100 imóveis até o fim do ano.

“As famílias contempladas não precisarão pagar pela obra de integração ao sistema. Os donos dessas residências também serão incluídos na tarifa social de água e esgoto. A meta da Secretaria de Meio Ambiente é que, após a implantação da regularização de todas as ligações, 10 milhões de litros de esgoto deixem de ser despejados mensalmente nas lagoas de Piratininga e Itaipu”, afirma o secretário de Meio Ambiente, Rafael Robertson.

O programa Ligado na Rede tem o objetivo de identificar, conscientizar, notificar e, em último caso, autuar imóveis que não estejam ligados à rede de esgoto do município de Niterói. As fiscalizações concentram-se nas principais bacias que despejam efluentes tratados nas lagoas do município. Desde o ano passado, 2,5 mil imóveis já foram vistoriados nos bairros de Piratininga, Santo Antônio e Serra Grande.

Programa Bandeira Verde – A iniciativa foi desenvolvida pela Foundation for Environmental Education (FEE), organização europeia formada por uma rede de instituições ao redor do mundo. No Brasil, o Eco-Escola é desenvolvido pelo Instituto Ambientes em Rede (IAR), o mesmo que organiza a premiação Bandeira Azul para praias e marinas.


O objetivo é incentivar e capacitar alunos e professores a participarem da gestão ambiental, através de ações para a melhoria ambiental nas escolas, envolvendo também a comunidade escolar.

Feira Agroecológica – Ainda na sexta-feira (03), produtores agroecológicos de Niterói participarão de uma feira durante a Conferência Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional, no Campus do Gragoatá da Universidade Federal Fluminense (UFF), para apresentar uma mostra do potencial agroprodutivo do município. No sábado (04), estão programadas feira de adoção de animais domésticos e distribuição de mudas no Campo de São Bento, em Icaraí.

Outras ações – No domingo (5), Dia Mundial do Meio Ambiente, haverá ação de limpeza da Lagoa de Piratininga, com participação de pescadores, e distribuição de mudas no Horto do Fonseca. Também estão programados plantios de mudas nas restingas de Camboinhas e Itacoatiara. As atividades da Semana do Meio Ambiente terminam no dia 12, com ação de limpeza na Praia de Icaraí.


Veja a programação completa no site da Secretaria do Meio Ambiente: www.meioambiente.niteroi.rj.gov.br.–

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo