Saúde repaginada: em Niterói, sete unidades foram reformadas em 2022

Orientada pelo Plano Niterói 450 anos, a Secretaria Municipal de Saúde de Niterói vem realizando diversas intervenções em unidades de saúde da cidade. Só neste ano, foram sete reformas iniciadas, 5 reformas licitadas, 3 licitações em andamento e 1 unidade entregue completamente nova, com um investimento de cerca de R$ 6.200.000,00 (total das reformas em licitação e licitadas até o momento). A Prefeitura prevê a reforma de 70 unidades até 2024, com o aporte de R$ 260 milhões em reformas, ampliações e construção e mais R$ 40 milhões para renovação de equipamentos e mobiliários.

Em 2022, foram iniciadas as reformas dos Módulos do Médico de Família de Ititioca, Maravista, Ponta D’Areia, Badu e Bernardino. O Programa Médico de Família receberá reformas em 30 unidades ao longo de três anos.

A Unidade do Médico de Família Deputado José Sally, no Baldeador, foi entregue em 28 de setembro. A unidade atende quase 6 mil pessoas e possui mais de 2 mil famílias cadastradas. O investimento aproximado foi no valor de R$ 460 mil. O novo espaço conta com quatro consultórios, sala de curativos, sala dos agentes comunitários de saúde, sala de procedimentos, saúde bucal, sala de grupo, esterilização, sala de reunião, dispensário de medicamentos e observação clínica.

Além disso foram assinadas as ordens de início das intervenções do PMF Leopoldina e da Policlínica de Especialidades Sylvio Picanço e está em andamento a reforma da cobertura do Hospital Municipal Carlos Tortelly.

Rodrigo Oliveira, secretário municipal de Saúde, destacou a importância que essas melhorias têm para a população.

“Estamos construindo uma reforma da atenção primária na saúde de Niterói e preparando a saúde da cidade para os desafios do Século XXI somados aos desafios do pós-Covid. Esse é um momento histórico. O Sistema Único de Saúde (SUS) mostrou a sua importância e o patrimônio que é no momento da pandemia, mas ele precisa de uma profunda reforma para atender o povo com os novos desafios que estão colocados. Niterói está na vanguarda mostrando que é necessária essa reforma do SUS para atender o povo no seu direito”.

O PMF do Baldeador trabalha com três equipes. Cada equipe é composta por médico, enfermeiro, técnico de enfermagem e agente comunitário de saúde. A unidade atende os moradores do Baldeador, Morro do Castro, Bento Pestana, Ladeira do Quebra, Tenente Jardim, Zilda Arns e Cova da Onça.

A diretora geral da Fundação Estatal de Saúde, Anamaria Schneider, fala das medidas de qualificação dos serviços.

“Aliado a todo esse investimento em infraestrutura e de ampliação dos serviços de saúde da nossa atenção primária, a FeSaúde também vem pondo em prática um grande plano de educação permanente para qualificar ainda mais os empregados públicos que atuam nessas unidades. Somente neste ano, foram convocados cerca de mil concursados e todos eles já passaram por algum tipo de treinamento. Entendemos que esse investimento no profissional é um dos pilares para garantir um bom atendimento para os nossos usuários”.

As unidades do Ititioca e do Maravista estão passando por obras de reforma e ampliação desde julho deste ano. Já a unidade da Ponta D`Areia teve a reforma iniciada em maio deste ano. O investimento municipal nas intervenções nas unidades é de R$ 328 mil na Ititioca, R$ 564 mil no Maravista e R$ 471 mil na da Ponta D´Areia. As três serão ampliadas, receberão novas instalações, áreas de circulação e acessos.

“Fizemos a visita em três unidades nesta quarta-feira, que são as obras que estão mais avançadas. Estamos satisfeitos com o andamento das obras e com a expectativa de entregar as unidades prontas em breve”, disse o secretário Rodrigo Oliveira.

As obras nas unidades estão em estágio avançado. Na Ponta D´Areia a equipe segue com a finalização das partes de infraestrutura e elétrica, além da aplicação do acabamento e fachada. O posto da Ititioca é o mais avançado e está recebendo o acabamento, piso, pintura e portas, além de finalização da parte elétrica. Já a unidade do Maravista está em processo de conclusão da obra de infraestrutura e arremates.

O Programa Médico de Família também recebeu investimentos em capacitação: além das unidades estarem passando por obras de reforma e ampliação, as equipes são concursadas, e também houve renovação nas áreas técnicas. Outro ponto a ser destacado é que as enfermeiras foram capacitadas para realização de exame preventivo.

Em 2023, serão iniciadas as obras dos PMF Leopoldina, Vila Ipiranga, Engenho do Mato, Caramujo, Ilha da Conceição e Nova Brasília. Unidade Básica de Saúde do Morro do Estado e segunda fase da Policlínica de Especialidade Sylvio Picanço. Na área hospitalar e de urgência e emergência, serão iniciadas as obras na Unidade Mário Monteiro (UMAM), na Central de Regulação do SAMU, do Hospital Getulinho, Hospital Carlos Tortelly, Hospital Psiquiátrico de Jurujuba e Hospital Orêncio de Freitas.

Fotos: Bruno Eduardo Alves

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo