Prefeitura de Niterói reúne administradores municipais para o 11º Encontro de Gestores

A Prefeitura de Niterói realizou, nesta terça-feira (14), o 11º Encontro de Gestores com todos os secretários e presidentes de empresas e autarquias municipais. A reunião apresentou os projetos e metas para o ano de 2023 e antecipou entregas que serão realizadas até o fim do próximo ano. Ao todo, foram pactuadas 180 metas.

Niterói terá o maior patamar de investimentos de sua história, com aproximadamente R$ 1 bilhão previsto na Lei Orçamentária Anual (LOA) para grandes obras. Estimado em R$ 5,8 bilhões, o orçamento inclui o conjunto de iniciativas do Plano Niterói 450, que prevê um total de R$ 2 bilhões em investimentos até o final de 2024.

“Nosso foco é nas entregas dos projetos do Plano Niterói 450 Anos que prevê, até 2024, R$ 2 bilhões de investimento em toda a cidade com obras importantes em todas as regiões. Além desse conjunto de entregas ambicioso, estamos trabalhando em projetos estruturantes e ações pontuais para atender demandas da população, em especial das comunidades. Precisamos manter o foco na entrega de serviços, principalmente na Saúde, Educação e Assistência Social que são prioridade para a gestão”, disse prefeito de Niterói, Axel Grael.

Entre as metas pactuadas, destacam-se a entrega de obras fundamentais para a cidade como o Parque Orla Piratininga Alfredo Sirkis, que vai revitalizar a Lagoa de Piratininga, obras de contenção de encostas, a reurbanização viária do acesso ao bairro de Camboinhas, na Região Oceânica, e da Macrodrenagem de Charitas, além da revitalização da Estação Cantareira e da inauguração da Plataforma Urbana Digital do Viradouro.

Também será entregue o novo Parque Esportivo Municipal no Centro de Niterói. Além disso, serão iniciadas as obras de revitalização da Alameda São Boaventura e do Cinema Icaraí. Está prevista a implementação de quase 10 quilômetros de ciclovia e requalificação de 24 quilômetros de infraestrutura cicloviária. Também será implantada sinalização informativa em 12 trilhas do município.

Além disso, haverá investimento em ações de emprego e renda, como o estabelecimento de Parceria Público-Privada para concessão do Terminal Pesqueiro e a ordem de início para a Dragagem do Canal de São Lourenço, que será fundamental para o fortalecimento da indústria naval da cidade.

Na Saúde, será entregue a reforma de 5 módulos do Médico de Família e 17 deles terão a infraestrutura tecnológica modernizadas, além da ordem de início para reforma de outras 8 unidades. Na educação, o fortalecimento da conectividade das unidades, a implantação de programa de aceleração das aprendizagens e a expansão das bibliotecas escolares.

“A política é dinâmica e as pessoas querem ver o governo, querem ver os resultados e entregas. O momento com essa reunião é de pautar as principais necessidades da cidade e pensar juntos as possíveis soluções de imediato e a longo prazo”, completou o vice-prefeito, Paulo Bagueira.

Rodrigo Neves, secretário Executivo, reforçou o encontro como um importante momento de troca entre as gestões e unificação de estratégias do governo.

“Esse momento é extremamente importante com a integração das ações, com cada um mostrando o que entende do conjunto. A tendência do gestor é olhar para a sua própria área e a dificuldade é grande de olhar para o todo. O grande destaque de Niterói é, de fato, termos uma integração do governo e das diversas secretarias. Fiquei muito honrado com o convite de retornar a esse trabalho incrível que vem sendo feito em Niterói há 10 anos na construção e no enfrentamento aos desafios”, destacou Neves.

A secretária de Planejamento, Orçamento e Modernização da Gestão, Ellen Benedetti, contou que o aumento do orçamento aprovado na Lei Orçamentária Anual (LOA) destina boa parte dos recursos municipais às áreas que mais necessitam de mudanças.

“Mais um ano que estamos discutindo as metas e direcionando o governo com uma orientação única para a melhoria da vida do cidadão. Este é um ano de muitas oportunidades de avanço para Niterói. Em 2022, tivemos um volume de investimentos de R$ 571 milhões e agora temos uma projeção 62% maior, de quase R$ 1 bilhão. Com essas entregas e o investimento em tecnologia, vamos oferecer serviços com ainda mais qualidade para a população. Além das obras estruturantes, as áreas de saúde, educação e assistência social terão grandes investimentos”, explicou a secretária.

Ellen ainda destacou que, desde 2013, o governo segue uma estratégia consolidada para transformar a cidade.

“De lá para cá, estamos em um processo de transformação digital e já foram mais de 13 mil processos abertos eletronicamente com uma economia de mais de 3 toneladas de papéis”, concluiu Ellen.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo