Espetáculo “Marcas do Passado” emocionou o público em Icaraí, no último domingo

Com uma apresentação impactante, o projeto “Marcas do Passado”, fez sua estreia na noite do último domingo (28), na praia de Icaraí. Entre movimentos perfeitamente sincronizados, trilha sonora e iluminação impecáveis, o grupo emocionou o público presente. Olhares atentos às cenas fortes que denunciam as diversas formas de violências contra as mulheres marcaram a apresentação do grupo formado por artistas do circo, da dança e do teatro.

Marcas do Passado tem como objetivo fomentar a reflexão e a discussão acerca dos impactos social, físico e mental a que são expostas as pessoas que sofrem abuso sexual. Também quer contribuir para minimizar crimes como assédio, abuso, feminicídio, por meio de um espetáculo que mescla circo e teatro.  

Após assistir o espetáculo, Gisele, de 54 anos, frequentadora assídua da Praia de Icaraí, que estava com as filhas, elogiou a apresentação: “Fiquei muito emocionada por nos proporcionar a reflexão de um tema tão importante. Se no passado esses assuntos não eram discutidos, hoje, a mulher conquistou o seu espaço e nada melhor que colocar as feridas pra fora, mostrar para o mundo a força e o poder das mulheres. A Prefeitura está de parabéns, e essa iniciativa tem que ser mantida”.

Para Ana Luiza Ribeiro, moradora de Niterói, de 26 anos, psicóloga, “O espetáculo é incrível por abordar um tema difícil, que está em sintonia com a música, os movimentos que permitem refletir através da arte”.

A idealizadora do projeto, Juliana Berti entende que “é necessário estimular o debate sobre  os impactos causados pelo abuso sexual, ampliando a discussão de um tema ainda tratado como tabu na sociedade”.

O espetáculo “Marcas do Passado” conta com apoio da Prefeitura de Niterói, por meio do Edital Teatro e Circo da Secretaria Municipal das Culturas. O projeto Pendurados conta com apoio da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (SMEL).

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo