Itacoatiara Pro 2023 começa com recorde de audiência durante transmissão do campeonato

Conforme era esperado o swell chegou ao litoral de Niterói e Itacoatiara amanheceu com ondas em torno de 6 pés, ainda um pouco irregulares, na última segunda-feira (12), mas suficientes para o primeiro dia de competições da etapa brasileira do circuito mundial de bodyboard acontecer com sucesso. A transmissão ao vivo do Itacoatiara Pro obteve quase 50 mil espectadores, o que é considerado um recorde. Esta terça-feira (13) foi também de muitas ondas e ficou marcado pela eliminação do atual bicampeão mundial, o sul-africano Tristan Roberts.

O recorde de audiência conquistado pela transmissão do Itacoatiara Pro, evento promovido pela prefeitura de Niterói, através da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer, coloca a etapa brasileira do mundial de bodyboard ainda mais em evidência. Estão previstos mais dois dias de competições até conhecermos o campeão. 
Durante a disputa de bodyboard nesta terça-feira (13), o mar de ondas grandes da praia niteroiense também surpreendeu o chileno Joaquin Soto, que perdeu a prancha e precisou ser resgatado pelo jet ski de salvamento do evento.

“Parece que o mar dobrou de tamanho, vem correnteza de tudo que é lado, mas ainda bem que passei”, avaliou o baiano Gabriel Braga, um dos seis brasileiros que ainda estão entre os 24 atletas que batalham pelo título da competição. A melhor onda desta terça-feira (13) também ficou com um brazuca, o cearense Zacarias Nunes, com uma nota 9.

As previsões meteorológicas apontam ondas maiores para esta quarta (14), entre 4 e 5 metros: “Para amanhã, vamos avaliar as condições gerais do mar. Apesar dos participantes serem profissionais, de alta performance e rendimento, a segurança deles vem sempre em primeiro lugar”, advertiu Giuliano Lara, diretor da competição e idealizador do Itacoatiara Pro, não descartando suspender as disputas caso seja necessário.

O evento avançou até o round 5 e agora temos apenas os 24 melhores atletas na disputa dos R$ 150 mil reais oferecidao pelo Itacoatiara Pro,  último evento da fase sul-americana que iniciou no Chile. Depois do Brasil, o tour passa por Maldivas, Marrocos, França, África do Sul e Ilhas Canárias.

Primeiro dia de mar agitado

Logo no início do primeiro dia (12), o lendário Mike Stewart no topo dos seus 60 anos, venceu a primeira bateria do dia, e alegrou o coração dos fans mais antigos do esporte e ainda que viesse a ser eliminado na fase seguinte demonstrou que ainda tem muito a acrescentar no tour.

Aquilo que prometia ser um grande dia, acabou não sendo tão bom assim para os atletas locais, já que as duas grandes esperanças de Itacoatiara, Dudu Pedra e Thiago Jatobá, acabaram eliminados da competição no round 02.

Ainda assim, o dia foi proveitoso para os brasileiros, já que 06 atletas conseguiram avançar para o round 03. Foram eles: Gabriel Castro, Thiago Barros, Sergio Machado, Carlos Bastos, José Augusto e Zacarias Nunes que obteve a maior onda do dia, 8 pontos, e o maior somatório num total de 15 pontos.

O dia também foi importante para o Espanhol Diego Cabrera que venceu o Itacoatiara Pro 2015, mas estava afastado das competições. Diego teve um desempenho excelente avançando em primeiro e garantindo seu lugar no round dos tops que está previsto para ir para água amanhã (terça-feira).

Mais dois dias de disputa

As previsões são otimistas para os adeptos das ondas grandes e estão previstas ondas acima de 3 metros até a próxima quinta-feira (15). A praia de Itacoatiara promete condições desafiadoras para os atletas e um grande espetáculo para quem gosta do assunto.

Estão previstos mais dois dias de competições até conhecermos o campeão do Itacoatiara Pro 2023 e os mais otimistas esperam que isso aconteça no domingo dia 18, último dia do período de espera.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo