Niterói sedia a 16ª edição do Desafio Solar Brasil Enel, na Praia de Icaraí

Aconteceu nesta quinta-feira (20), no Clube Central, em Icaraí, o lançamento do Desafio Solar Brasil Enel, um projeto de extensão universitária da UFRJ, por meio do Núcleo Interdisciplinar para o Desenvolvimento Social da UFRJ (NIDES), com patrocínio da Enel Distribuição Rio. O evento acontecerá em Niterói e contará com o apoio da Prefeitura. A competição de barcos movidos a energia solar está em sua 16ª edição e acontece entre os dias 31 de julho e 6 de agosto, na Praia de Icaraí.

O prefeito de Niterói, Axel Grael, falou sobre a importância de a cidade receber o Desafio Solar Brasil Enel. “Esta é uma belíssima iniciativa porque promove a integração da engenharia naval com a energia fotovoltaica, desmistificando a tecnologia, que deve ser vista como algo a ser parte do cotidiano das pessoas. A energia fotovoltaica é uma grande inovação por evitar os gastos logísticos com o transporte de energia em locais distantes como Itaipu, na fronteira com o Paraguai, por exemplo. É uma forma eficiente e sustentável e o Desafio Solar ajuda a promover este debate e esta percepção”, destaca Grael.

O projeto é multidisciplinar e envolve esporte, inovação, educação, tecnologia e sustentabilidade. Este ano, 20 polos de inovação nacionais, incluindo universidades, institutos federais e escolas navais, se unem para projetar o destino das tecnologias náuticas dentro da responsabilidade ambiental. Instituições renomadas como a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), a Universidade Federal Fluminense (UFF), a Universidade de São Paulo (USP), a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), a Universidade Federal do Pará (UFPA), Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (CEFET), Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense (IFFs) e outras se destacam nesse cenário de inovação sustentável

O secretário do Clima de Niterói, Luciano Paez, destacou a parceria de Niterói com o projeto Desafio Solar Brasil Enel. “A palavra chave desse evento é governança, que passa pela questão institucional do poder público, das empresas participantes e, em especial, da sociedade. Todos nós já estamos sendo impactados pelas mudanças do clima, mas a parcela mais vulnerável do município é muito mais afetada. Por isso, eventos como este, que promovem sustentabilidade aliada à tecnologia, devem ser amplamente divulgados”, frisou Luciano Paez

Além de ser uma competição. O Desafio Solar Brasil Enel é um projeto de extensão universitária que contribui para a formação de uma rede de pesquisadores engajados em encontrar soluções para um futuro mais sustentável. Ao estimular a aplicação de painéis fotovoltaicos em embarcações de serviço, lazer e transporte de passageiros, a competição impulsiona a transição para fontes de energia limpa e fortalece a conscientização sobre sua importância.

“O Desafio Solar Brasil Enel é uma ferramenta para fortalecer a discussão sobre as energias alternativas e a capacidade de integração entre as universidades, o poder público, o setor privado e a formação de nossos estudantes”, resumiu o professor Nides/ UFRJ, Felipe Addor.

A competição ganhou o selo Carbon Free, já que haverá compensação dos gases de efeito estufa potencialmente emitidos em razão das atividades do evento, além de contar com a parceria com a Companhia Municipal de Limpeza Urbana de Niterói, a Clin, que fará a coleta seletiva dos resíduos gerados no evento.

Além das competições, o Desafio Solar Brasil Enel Niterói oferece uma programação ampla e diversificada. Palestras, workshops, exposição de trabalhos acadêmicos, mostra de vídeos, atrações culturais de artistas locais e minicursos gratuitos abertos ao público enriquecerão o evento, proporcionando uma experiência única de imersão no mundo da sustentabilidade e inovação tecnológica.

Os temas-chave das discussões incluem Descarbonização, Transição Energética, Economia Circular e Materiais Compósitos, Hidrogênio Verde, Tecnologia Social e Tecnologia Embarcada. Entre as autoridades presentes estava a secretária de Ciência, Tecnologia e Inovação de Niterói, Valéria Braga.

O responsável pelo Setor de Projetos de Sustentabilidade da Enel, Leonardo Soares Oliveira, frisou a importância do evento. “Esse é um projeto que tem um propósito que é o que há de mais importante para salutar na sociedade hoje: sustentabilidade, transição energética, preservação de recursos, redução de emissão de gases de efeito estufa. Precisamos apostar em alternativas em relação ao que temos hoje em termos de uso de energia”, destacou Leonardo Soares Oliveira.

Serviço:

Desafio Solar Brasil Enel Niterói

Data: De 31 de julho a 6 de agosto

Espaço aberto para visitação do público com oficinas dos barcos (Paddock) e outras atrações: a partir de 31 de julho às 12h.

Abertura oficial do Desafio: 1º de agosto (terça-feira) das 10h às 12h – Praia de Icaraí, em frente ao Clube Central, Niterói – RJ

Competições dos barcos: 1º de agosto (terça-feira) das 14h às 16h. Dias 2 e 3 de agosto (quarta-feira e quinta-feira) das 9h às 16h30h. Dia 5 de agosto (sábado) das 10h às 16h. Dia 6 de agosto (domingo) das 9h às 12h.

Premiação e Encerramento: 6 de agosto (domingo) das 16h às 18h.

Entrada: Gratuita

Local: Praia de Icaraí, em frente ao Clube Central, Niterói – RJ

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo