Aprendiz Musical promove oficina sobre MPB

O nascimento da MPB é o tema da próxima oficina, com o arranjador e músico Flávio Mendes, promovida pelo Programa Aprendiz Musical da Prefeitura de Niterói. A oficina acontece na próxima quinta-feira (5), das 14h às 18h, no auditório do Caminho Niemeyer. O evento é gratuito e aberto ao público. Para participar, é necessário fazer a inscrição pelo link. O programa tem como missão promover a educação musical para crianças e jovens de até 24 anos e garantir o acesso a outras expressões culturais e às artes.

A oficina com o arranjador e músico Flávio Mendes vai mostrar a origem da Música Popular Brasileira (MPB), considerando o período específico entre a Bossa Nova e o Tropicalismo. MPB foi um termo que surgiu em meados dos anos 1960 para rotular uma nova música que surgia no Brasil pós-bossa nova. Era uma música basicamente feita por jovens e difundida nos Festivais da Canção produzidos por emissoras de televisão, o que garantia popularidade e alcance nacional. Com a MPB e os festivais, surgiu a maior geração da música popular do Brasil com nomes como Chico Buarque, Milton Nascimento, Gilberto Gil, Caetano Veloso, Elis Regina, Edu Lobo, Nana Caymmi, Maria Bethânia, Gal Costa e outros.

O Aprendiz Musical é um dos mais importantes programas do país de desenvolvimento social por meio da arte. Iniciativa mantida pela Prefeitura de Niterói, através da Secretaria Municipal de Ações Estratégicas e Economia Criativa em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, o Aprendiz Musical recebeu, em 2017, o título de Patrimônio Imaterial do Estado do Rio de Janeiro e que, em abril deste ano, completou 22 anos.

O programa tem como base o canto coral e o repertório nacional para iniciar os alunos da rede municipal de ensino de Niterói no universo da música. Por meio da prática de instrumentos variados, do canto coral e das formações orquestrais, o Aprendiz Musical contribui não apenas para o desenvolvimento musical como também social e intelectual do aluno.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo