Niterói terá protocolo para resgate de animais domésticos em tragédias naturais

A Prefeitura de Niterói está com inscrições abertas para o treinamento de voluntários do Nudec Proteção Animal. O novo núcleo tem por objetivo capacitar pessoas para o resgate e o cuidado com animais em situações de desastres. O curso acontece nos sábados (9 e 16 de março), das 8h às 13h. Niterói será a primeira cidade do Rio de Janeiro a ter um protocolo envolvendo voluntários para atuar preventivamente e para ajudar animais domésticos em tragédias naturais.

A capacitação será realizada por meio de uma parceria entre a Secretaria Municipal de Defesa Civil e Geotecnia e a Coordenadoria Especial de Direitos dos Animais (CEDA), no auditório do Caminho Niemeyer. As inscrições estão abertas e devem ser feitas pelo link https://encurtador.com.br/mowD5.

O secretário municipal de Defesa Civil e Geotecnia, Walace Medeiros, destaca que a Defesa Civil de Niterói conta, atualmente, com mais de 2800 voluntários treinados para atuar preventivamente e apoiando as ações durante as emergências.

“Chegou a hora de treinar os cidadãos para atuarem também na proteção animal. Durante situações de desastres naturais, animais domésticos geralmente estão indefesos, presos em algum local ou sem ter para onde escapar. Nossa capacitação vai priorizar os cuidados preventivos, quando são emitidos os avisos e alertas da defesa civil, e também protocolos específicos para atuar durante os desastres, visando proteger aqueles que tanto amamos, nossos animais domésticos”, conta o cel. Walace.

O secretário reforça ainda que o curso é direcionado a todos aqueles que desejam ser voluntários e que gostem de animais, podendo ser protetores já atuantes, médicos veterinários ou qualquer cidadão que tenha animal doméstico ou queira fazer parte desse trabalho importante. “Contando com a atitude do cidadão voluntário treinado e preparado, ampliaremos nossa capacidade de proteger nossos animais e minimizar os riscos de que eles sejam vítimas de desastres”, acrescenta.

A capacitação vai contar ainda com a participação de profissionais especializados em desastres com animais, veterinários e de Carla Sássi, presidente do Grupo de Resgate de Animais em Desastres (GRAD), que é um grupo de voluntários comprometidos em salvar vidas animais em situações de emergência, com expertise e atuação em diversas situações extremas em casos no Pantanal, Amazonas e aldeias indígenas.

O treinamento para resgate visa o salvamento e cuidado dos animais em situações de desastres por reconhecer a importância dos bichos.

“O projeto vai ampliar a atuação dos Nudecs que já é um sucesso, mas faltava essa questão de animais domésticos em situações de tragédias. Vamos capacitar pessoas para conhecer o protocolo de uma evacuação com um animal doméstico, como agir se ele estiver com pequenos machucados, como se comportar com esse animal, como deixar ele abrigado e em segurança”, explica Marcelo Pereira, coordenador do CEDA, que vai atuar junto com a Defesa Civil nesse treinamento.

Fotos: Divulgação

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo